Sábado, 18 de Abril de 2015

Por detrás dos teus óculos...

 ...há um olhar que me acompanha, que sorri, que tem partilhado cada dia, da minha, da nossa vida.

E hoje agradeço-te por me teres escolhido para tua mãe.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 00:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Abril de 2015

O que faz um copo de vinho

 Beber um copo de vinho é uma boa maneira de terminar um cansativo dia de trabalho, se ingerido sem exageros. Mas, se é bom para nos ajudar a descontrair, também é sabido que nos faz bem à saúde. A revista Time decidiu compilar os benefícios da ingestão moderada deste líquido para homens (2 copos) e mulheres (1 copo).

1 – Promove a longevidade.

2 – Melhora as capacidades de memorização.

3 – Reduz o risco de doenças cardíacas.

4 – Promove a saúde ocular.

5 – Reduz o risco de cancro.

6 – Melhora a saúde dentária

7 – Ajuda a reduzir o colesterol.

8 – Ajuda a defender-se da gripe comum.

Eu como sou mulher e bebi mais que um, comecei a ver tudo mais colorido

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 00:45
link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

Nos jardins de Monserrate

 À chegada, nada melhor que beber um cafezinho na cafetaria do jardim.

 Depois ir sepenteando pelos caminhos atapetados de pequenas flores brancas.

Subir e descer escadas empedradas, ladeadas de flores de todas as cores

 

Passar por ruínas é obrigatório e é um encanto vê-las enfileiradas parecendo não ter fim.

 

 Lagos que reflectem cores, que são espelhos transparentes, onde o nosso olhar descansa e aquela sensação de paz que nos faz por vezes tanta falta, encontramo-la aqui.

Fotos que são apenas uma pequena amostra do que vi, enquanto me explicavam que todas as plantas têm um sítio próprio e que todas as espécies são plantadas e cuidadas na altura certa, para não alterar o normal crescimento de nenhuma delas.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 15:11
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Domingo, 12 de Abril de 2015

Palácio de Monserrate

 

 

 

 O Palácio de Monserrate é um palácio inserido no Parque de Monserrate situado em São Martinho de Sintra. O palácio foi projectado pelo arquitecto James Knowles e construído em 1858, por ordem de Sir Francis Cook, visconde de Monserrate, enquanto a elaboração dos jardins foi entregue ao pintor William Stockdale, ao botânico William Nevill, e a James Burt, mestre jardineiro. Este palácio que foi a residência de Verão da família Cook, foi construído sobre as ruínas da mansão neo-gótica edificada pelo comerciante inglês Gerard de Visme, que possuiu a concessão da importação do pau-brasil em Portugal e foi o responsável pelo primeiro palácio de Monserrate. William Beckford alugou a propriedade em 1793, realizando obras no palácio, começando a criar um jardim paisagístico.

# Mais tarde colocarei fotos do jardim

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 10:39
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Abril de 2015

Fragilidades

 

 E me perguntei a que me referia com coisas frágeis. Parecia um belo título para um livro de contos. Afinal, existem tantas coisas frágeis. Pessoas se despedaçam tão facilmente, sonhos e corações também.
Neil Gaiman

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Abril de 2015

Flor que não dura

 Flor que não dura

Mais do que a sombra dum momento 

Tua frescura
Persiste no meu pensamento.

Não te perdi
No que sou eu,
Só nunca mais, ó flor, te vi
Onde não sou senão a terra e o céu.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:10
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2015

Pelo menos sinceros...

... e quem diz a verdade não merece castigo!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
|
Sábado, 4 de Abril de 2015

Antes que a chuva volte, vamos à praia?

 Por enquanto o calor ainda se faz sentir, mas já se diz por aí, que as nuvens vão de novo ensombrar o céu.

Sabe bem ir à praia, molhar os pés, brincar na água, nadar, surfar e sentir aquele cheirinho tão agradável a maresia, porque:

 

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.

Sophia de Mello Breyner Andresen

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 10:30
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Abril de 2015

Imagine, invente, sonhe, voe...

 

Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe.

Caio Fernando Abreu

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (37) | favorito (3)
|
Terça-feira, 31 de Março de 2015

A primeira caminhada

“Quero uma primeira vez outra vez. Um primeiro beijo, uma primeira caminhada por uma nova cidade, uma primeira estreia em algo que nunca fiz, quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego, quero ter sensações inéditas até o fim dos meu dias.”

Martha Medeiros

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Domingo, 29 de Março de 2015

Depois do banho...voltou!

 A minha melhor máquina, resolveu ir a banhos antes do início da época balnear.

Estava à beira mar, enquanto fotografava com outra e deixei esta em cima do tripé.

Talvez uma brisa suave ou uma ondinha traiçoeira atirou-a à água.

Como devem calcular fiquei arrasada.

Máquina e objectiva foram de imediato para a oficina, felizmente ficaram bem de saúde, sem contudo ter de gastar uma pipa de massa.

E ei-la que chega prontinha para novos disparos.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 14:41
link do post | comentar | ver comentários (46) | favorito (1)
|
Quinta-feira, 26 de Março de 2015

Parei no bem -me -quer

 

“A vida, esta vida que inapelavelmente, pétala a pétala,
vai desfolhando o tempo, parece, nestes meus dias,
ter parado no bem-me-quer …”

José Saramago

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:46
link do post | comentar | ver comentários (38) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Março de 2015

No Porto

 

O Porto é uma cidade que carrega muitas memórias, onde um dia fui feliz, onde estudei e aprendi a amar.

Há alguns meses revisitei alguns lugares, não todos os que queria, mas prometo voltar.

Só hoje coloquei duas das fotos porque há dias vi no Pontos de Vista um texto belíssimo que diz tudo o que eu não consigo transmitir.

 

"Ver o Porto é evocar certa forma de cidade escondida que conservamos dentro de nós, densa, impenetrável, como a neblina envolvendo as manhãs e fundindo o rio com os cais e os barcos. Ilusão de sombras irreais. Transparências. Crepúsculos caindo, suaves, recortando a leveza das pontes, a elegância das torres, os contornos do casario.
Ver o Porto é evocar a suave melancolia dos jardins da cidade – sobretudo no Outono – quando o ambiente se converte em nostalgia.
Ver o Porto é reconhecer a diversidade das suas freguesias, do interior das margens do Douro, em Campanhã, à costa Atlântica, na Foz e em Nevogilde. É a descoberta dos segredos de uma cidade impregnada de espontânea e assumida identidade. "

Texto «Porto – Poesia da Cidade» de Helder Pacheco.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|
Domingo, 22 de Março de 2015

Sombras imperfeitas

Vivemos no mundo do irreal onde tudo o que vemos é somente uma sombra imperfeita de uma realidade mais perfeita

Platão

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 11:45
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito (1)
|
Quinta-feira, 19 de Março de 2015

O abutre

O abutre-fouveiro (Gyps fulvus), também conhecido pelo nome de grifo, é um abutre que pode ser observado nas montanhas do sul da Europa do sudoeste asiático e da África . Tais abutres chegam a medir até 1 metro de comprimento e 2,7 metros de envergadura, e pesam de 6 a 12 kg.

Alimenta-se quase exclusivamente de carne morta, passando longo tempo a pairar alto no céu à procura de cadáveres, voando em círculos. Em voo tem uma silhueta típica, enormes asas, muito maiores que o corpo, cauda curta e arredondada, completamente aberta, e pescoço encolhido. É normalmente gregário e estabelece colónias  até 200 casais. Registaram-se casos raros de grifos atacarem presas vivas, especialmente animais jovens, fracos ou doentes.

Uma frase que gostei para ilustrar esta foto:

 

" É melhor cairmos nas garras dos abutres do que nas dos lisonjeadores: no primeiro caso seremos devorados já mortos; no se­gundo, ainda vivos. "

(desconheço o autor) 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Março de 2015

Passaste sem olhar

 

Passamos pelas coisas sem as ver.

gastos, como animais envelhecidos

se alguém chama por nós nem respondemos,

se alguém nos pede amor não estremecemos,

como frutos de sombra sem sabor,

vamos caindo ao chão apodrecidos.

      (Eugénio de Andrade)

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Março de 2015

Ainda não há andorinhas nos beirais

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
|
Sábado, 14 de Março de 2015

No cimo de Table Mountain

 

 Quando coloquei aqui o teleférico que  me levou a Table Moutain o Questiuncas num comentário perguntou se não havia registo do que se avistava lá de cima. Na altura, por questões técnicas, não pude logo colocá-las.

A vista era fabulosa, embora a máquina que levei não faça jus à beleza da panorâmica da cidade do Cabo.

De vez em quando apareciam umas companhias mais felpudas do tamanho de coelhos, de nome rato dassie (Petromus typicus) é um africano roedor encontrado entre afloramentos rochosos. É o único membro vivo de seu gênero.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 18:02
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Março de 2015

Hora da sesta

Talvez sem eira nem beira, talvez desprezado, sem abrigo ou apenas uma pausa na vida dura do dia a dia.

Por vezes é bom descansar os pés e arejar os sapatos ou talvez o sentimento seja como diz Clarice Lispector:

 

 “Mas o pior é o súbito cansaço de tudo. Parece uma fartura, parece que já se teve tudo e que não se quer mais nada.”

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Março de 2015

Têm Visa?

 Não têm? Não faz mal, subamos todos até Table Moutain.

A montanha da Mesa, denominação traduzida do africânder Tafelberg ou do inglês Table Mountain, é uma grande montanha de cume plano que domina a paisagem da Cidade do Cabo, na África do Sul. É representada na bandeira, no escudo e nos documentos oficiais da cidade. É também uma importante atração turística acedida pelo visitantes, seja pelo teleférico, seja por meio de caminhadas. Faz parte de um parque nacional que leva seu nome.

A característica principal da montanha da Mesa é o planalto de aproximadamente 3 km de comprimento, cercado de altos cabeços.

Atinge a altitude de 1084,6 m próximo à sua extremidade oriental. Foi assinalada em 1865 por um marco de pedra, o Maclear's Beacon, colocado por ocasião de um levantamento topográfico a 19 metros de altura, acima do lado ocidental, onde fica a estação do teleférico.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
15
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Por detrás dos teus óculo...

. O que faz um copo de vinh...

. Nos jardins de Monserrate

. Palácio de Monserrate

. Fragilidades

. Flor que não dura

. Pelo menos sinceros...

. Antes que a chuva volte, ...

. Imagine, invente, sonhe, ...

. A primeira caminhada

.arquivos

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds