Quarta-feira, 27 de Abril de 2011

Metade da minha alma é feita de maresia

 

Mar, metade da minha alma é feita de maresia

Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,

Que há no vasto clamor da maré cheia,

 Que nunca nenhum bem me satisfez.

 E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia

 Mais fortes se levantam outra vez,

 Que após cada queda caminho para a vida,

Por uma nova ilusão entontecida.
E se vou dizendo aos astros o meu mal

É porque também tu revoltado e teatral

Fazes soar a tua dor pelas alturas.

 E se antes de tudo odeio e fujo

 O que é impuro, profano e sujo,

É só porque as tuas ondas são puras.

 

(Sophia de Mello Breyner Andresen)

 

Praia do Rio Cortiço-Óbidos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Helder a 28 de Abril de 2011 às 00:12
E a outra metade? ;-)


De Existe um Olhar a 28 de Abril de 2011 às 09:16
A outra metade anda perdida...vou ver se a encontro

Beijos
Manu


De DyDa/Flordeliz a 28 de Abril de 2011 às 00:30
A outra metade é ir vivendo ao sabor das ondas da vida.


De Existe um Olhar a 28 de Abril de 2011 às 09:18
E eu que não sabia da outra metade e vieste tu dize-me onde está. Olha que se calhar adivinhaste

Beijos
Manu


De Joana a 28 de Abril de 2011 às 00:47
A foto está linda. Parabéns!

beijinhos


De Existe um Olhar a 28 de Abril de 2011 às 09:20
Obrigada Joana.
Que tenhas um dia muito feliz e que encontres a tua alma e não te fiques só pela metade.

Beijos
Manu


De Rosinda a 28 de Abril de 2011 às 17:07
O mar... ) a minha alma não sei se é metade maresia, mas que tenho o mar na alma, ora brava ora mansa, isso tenho...
Estas fotografias do mar são sempre maravilhosas
Beijo
Rosinda


De Existe um Olhar a 2 de Maio de 2011 às 19:42
Olá Rosinda
Como estás longe do mar, levo-o eu até ti.
Sentes-lhe o cheiro, o barulho das ondas, a água a refrescar os pés, o pôr do sol, a paz?

Beijos
Manu


De Remus a 28 de Abril de 2011 às 21:20
Sublime.
Uma paisagem que transmite uma calma estonteante e que convida ao relax.



De Existe um Olhar a 28 de Abril de 2011 às 21:36
Agora imagina Remus, passar uma tarde inteirinha neste sítio maravilhoso!!!
Um paraíso!

Beijos
Manu


De Existe um Olhar a 2 de Maio de 2011 às 19:43
Olá Remus
Realmente foi uma tarde de relax e contemplação...valeu.
Obrigada pelas palavras.
Beijos
Manu


De epee a 30 de Abril de 2011 às 10:41
Os reflexos... os contrastes. E duas necessidades... comparáveis.

¬


De Existe um Olhar a 2 de Maio de 2011 às 19:44
Na natureza tudo se encaixa na perfeição e quando não acontece é porque o homem tratou de a estragar.

Beijos
Manu


De geriatriaaminhavida a 3 de Maio de 2011 às 14:30
Gosto da foto, faz-me lembrar as praias da zona se S. Pedro.
Beijinho


De Existe um Olhar a 5 de Maio de 2011 às 10:26
Estive lá há pouco tempo esta é do lado de lá da Foz do Arelho, um sítio lindo onde ainda se consegue estar sem confusões.

Beijos
Manu


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds