Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Praia da Consolação

 

 

 

A Praia da Consolação é dotada de excelentes condições terapêuticas - numa aberta enseada, o iodo acumulado aliado a outras condições naturais, e pela exposição ao Sol, proporciona o bem estar de numerosas pessoas que nela procuram, com satisfação, a cura dos seus males de origem reumática e óssea.

Esse facto é único no continente europeu e leva à Consolação, anualmente, muitos milhares de pessoas.

Do lado Norte, a paisagem é completamente diferente. A partir do forte avista-se um largo e muito extenso areal que se prolonga por vários quilómetros em direcção a Peniche. Banhada pelo mar de ondulação forte, esta praia é muito apreciada pelos praticantes de surf e windsurf.

Infra-estruturas e Apoios: Bandeira Azul, Acesso para deficientes, Aluguer de toldos/chapéus de Sol, Duches

 

Março de 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Paul da Tornada

 

 

 

 

O Paul de Tornada é uma zona húmida, localizada na faixa litoral Oeste do país, na localidade de Tornada, a cerca de 5km de Caldas da Rainha.

É uma das poucas zonas apaludadas existentes na região, o que faz com que assuma um papel relevante no contexto de conservação das espécies características destes habitats.
O Paul possui uma área de cerca de 45 ha, 25 ha dos quais permanentemente alagados. As suas características permitem incluí-lo na designação “Zona Húmida”, de acordo com a Convenção de Ramsar (Convenção Sobre Zonas Húmidas de Importância Internacional). Dotado de Flora e Fauna de importância considerável, sobretudo no que respeita às aves, verifica-se também a ocorrência da Lontra e do Cágado-de-carapaça-estriada, espécies ameaçadas em Portugal de acordo com o Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal e protegidas pela Convenção de Berna.

Pelas suas características e localização o Paul constitui um local privilegiado para a prática de Educação Ambiental e sensibilização para a conservação das zonas húmidas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A luz dos olhos meus

 

A luz dos olhos meus e a luz dos olhos teus

 

 

Galeria Ogiva-Óbidos

Março de 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Flor que és

A flor que és, não a que dás, eu quero.
Porque me negas o que te não peço.
Tempo há para negares
Depois de teres dado.
Flor, sê-me flor!

Se te colher avaro
A mão da infausta esfinge, tu perere
Sombra errarás absurda,
Buscando o que não deste.

Fernando Pessoa-Ricardo Reis

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tudo em silêncio se desfaz

 

Entre o luar e o arvoredo,
Entre o desejo e não pensar
Meu ser secreto vai a medo
Entre o arvoredo e o luar.
Tudo é longínquo, tudo é enredo.
Tudo é não ter nem encontrar.
Entre o que a brisa traz e a hora,
Entre o que foi e o que a alma faz,
Meu ser oculto já não chora
Entre a hora e o que a brisa traz.
Tudo não foi, tudo se ignora.
Tudo em silêncio se desfaz
.Fernando Pessoa
 
Quinta dos Cucos. Torres Vedras
Março de 2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um simples gesto que pode mudar muitas mentalidades

Hora do Planeta

 

A Hora do Planeta é uma iniciativa da rede WWF que incentiva cidadãos, empresas e governos a apagarem as luzes por uma hora mostrando assim o seu apoio à luta contra as alterações climáticas.

Porquê apagar as luzes?

Antes de mais há que ter consciência que este apagar de luzes por uma hora é meramente um gesto simbólico, mas que pode ser representativo de um elevar da consciência de todos para um problema que é, igualmente, de todos: as alterações climáticas.

A verdade é que este simples gesto, tem despertado em todo o mundo compromissos capazes de ir marcando a diferença numa base diária contínua e tem levado a uma verdadeira mudança de hábitos de vida de cidadãos, empresas e governos que começam a despertar para compromissos válidos e práticos a favor desta luta.

Assim, apagar as luzes:

  • É mostrar que estamos preocupados com o aquecimento do planeta e queremos dar nossa contribuição, influenciando e pedindo acções de redução das emissões e de adaptação às mudanças climáticas, combatendo a desflorestação e conservando os nossos ecossistemas;
  • É um incentivo ao diálogo dos manifestantes entre si e entre esses e os governos e empresas;
  • É um acto que simboliza a eficiência e o uso de todos os recursos com inteligência, responsabilidade e de forma sustentável.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Paris

 

 

 

Quem vive na tranquilidade, que seja mais activo; quem vive na actividade deve encontrar tempo para descansar. Segue a natureza: ela te lembrará que fez o dia e a noite
( SÊNECA )

 

Paris-Setembro de 2010

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

É proibido, mas não está encerrado

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.

É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.

É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.

É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.

É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

(Pablo Neruda)

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mãos

         Mãos duras, enrugadas           

calejadas, marcadas...

Mãos finas, esguias e tratadas.

Mãos que falam, acariciam e pedem...

Pedem ternura e afagos.

Mãos que dão e que tiram

tiram vidas, tiram sonhos...

Mãos atadas, feridas,

entrelaçadas e presas

noutra mão.

Mãos estendidas

num pedido de socorro

silenciado por outras mãos.

Mãos que criam , que divertem

que sorriem.

Mãos que encantam

que rezam

que tratam e se cruzam.

Mãos que dizem adeus

e um dia sem esperar

voltarão para tocar

noutra mão...

naquele rosto...

que um dia se perdeu.

by Manu

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem me dera pintar-te assim

 

 

Não tenho na minha paleta
As cores que tu mereces
Verdes secos e desbotados
De tons que amarelecem
 
Foi varinha de condão
Que alguma fada madrinha
Pintou com grande paixão
estas telas que são minhas.
 
Vou pendurá-las na parede
Bem em frente da janela
quero lembrar eternamente
o quanto adoro tê-las.
 
Foi num dia bem sereno
Aquele em que as vi
Não tirei os olhos delas
 Estão pertinho de mim.
 
Foz do Arelho-Março de 2011

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pág. 1/4

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D