Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Castelo de Ourém

_MG_3516a

_MG_3495a

_MG_3510

Edificado no século XV, o castelo de Ourém ganhou uma certa monumentalidade quando passou para as mãos de D. Afonso, 4º Duque de Ourém e filho do primeiro duque de Bragança. No entanto, esta fortaleza de características mudéjares e góticas, foi bastante devastada pelo terramoto de 1755. Apesar de tudo, conseguiu manter a sua beleza até hoje no que é acompanhado pelo carácter vetusto do núcleo urbano de raiz medieval que alberga nas suas muralhas. É formado por três torres e ostenta, no centro do terreiro, uma enorme cisterna ogival. (Monumento Nacional)

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A caminho do castelo

_MG_3520a

"Mas como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos. Em construir castelos sem pensar nos ventos."

Caio Fernando de Abreu

 Visitei o castelo de Ourém, uma agradável surpresa, por falta de tempo hoje deixei apenas um apontamento, mais tarde chegarão outras imagens desta magnífica edificação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Dente de Leão

IMG_6911a

Dente-de-leão pertence ao género Taraxacum e trata-se de uma planta curativa (apesar de muitos não saberem) que tem muitos outros nomes, como amor-de-homem, alface-de-cão ou mesmo pelo seu género, taráxaco.
Há crianças que chamam a esta flor de “o-teu-pai-é-careca?” por causa de um jogo onde entra esta flor. Nesse jogo, pergunta-se a alguém se o pai dessa criança é careca e sopra-se a flor, ficando assim só com a base, o que parece uma cabeça careca.
Existem rumores que indicam que nos EUA as flores eram usadas para fabricar um licor. Os próprios índios chamavam estas flores de “pegadas-de-homem-branco”, porque quando apareciam os homens, lá vinham as flores atrás.
 
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A folha que anuncia o outono

IMG_1624a

 Caiu placidamente na água, despedindo-se do verde. Deslizou suave como que a dizer adeus ao tempo em que era verde, cheia de vida agarrada a uma árvore que a viu nascer.
O inevitável aconteceu, ela sabia que o outono chegaria e se teria de despedir da beleza, da vida, das irmãs que lhe fizeram companhia e que teriam o mesmo destino que ela.

A natureza tem ciclos e tudo o que morre renascerá e essa é a inevitável lei da vida em que nada, nem mesmo as folhas das árvores que caiem na corrente dos rios, ou são levadas pelo vento, tudo voltará na próxima primavera.

 

"Repara que o outono é mais estação da alma do que da natureza."

Friedrich Nietzsche

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para não esquecer o Verão

IMG_3439

 Em breve o sol dará lugar aos dias cinzentos e chuvosos e para recordar mais um dia em que o sol se foi com todo o seu espelndor, fica a imagem de um entardecer que encantou o meu olhar.
Muitos outros virão, mas este foi um momento que quis eternizar.

 

"Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe."

Caio Fernando Abreu

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixa a tua marca

_MG_2725

 

 No aeroporto de Zurique há vários placards onde quem quiser, escreve ou desenha o que lhe apetecer, eu também deixei um registo da minha passagem.

 

“Na convivência, o tempo não importa.
Se for um minuto, uma hora, uma vida.
O que importa é o que ficou deste minuto,
desta hora, desta vida...
Lembra que o que importa
... é tudo que semeares colherás.
Por isso, marca a tua passagem,
deixa algo de ti,...
do teu minuto,
da tua hora,
do teu dia,
da tua vida.”

Mário Quintana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem anda à chuva molha-se!

IMG_1424a

 Dito por outras palavras significa que quem se mete em dificuldades deve estar preparado para o pior.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O prazer de ler

IMG_9717a

 

 " Às vezes, lá onde moro fico à noite a olhar as estrelas como as do deserto e oiço o tempo passar, mas não me angustio mais: eu sei que é justo e tudo o resto é falso.!

No teu deserto- Miguel Sousa Tavares

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Girassol

_MG_1272a

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Escultura- II- Desalento

_MG_2494a

 

 

 Dando seguimento às esculturas que fotografei em Bad Ragaz aqui fica mais uma.
Desconheço o nome do autor, mas pela expressão interpretei-a como alguém que perdeu a esperança, que desistiu de lutar, que se conformou. 
Infelizmente nos nossos dias há imensas pessoas que estão a passar por momentos difíceis e pertubadores que não deixam ninguém indiferente, sobretudo quando nós cidadãos deste mundo tão injusto, nos sentimos impotentes para resolver ou minimizar os problemas. 
Resta-nos a esperança que dias melhores virão.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D