Terça-feira, 26 de Abril de 2016

Bateram à minha porta

Era uma porta

Bateram à minha porta em 6 de agosto,
aí não havia ninguém
e ninguém entrou, sentou-se numa cadeira
e transcorreu comigo, ninguém.

Nunca me esquecerei daquela ausência
que entrava como Pedro por sua causa
e me satisfazia com o não ser,
com um vazio aberto a tudo.

Ninguém me interrogou sem dizer nada
e contestei sem ver e sem falar.

Que entrevista espaçosa e especial!

(Últimos Poemas)

Pablo Neruda

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Abril de 2016

Dia da Terra

Dia da Terra

O Dia da Terra foi criado pelo senador norte-americano Gaylord Nelson no dia 22 de Abril de 1970.

Tendo por finalidade criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger a Terra.

Mais informações aqui

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:34
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Abril de 2016

Raízes que contam histórias

Raízes

As raízes contam histórias, já foram árvores frondosas, deram folhas, flores e algumas frutos, já serviram de sombra, mas tal como na vida tudo é efémero e um dia sucumbem e são apenas destroços que lembram momentos.

Fica um olhar do que imaginamos que  foi .

 

"Afundo um pouco o rio com meus sapatos.

Desperto um som de raízes com isso
A altura do som é quase azul."

Manoel de Barros

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Abril de 2016

Um dia diferente

IMG_1425a.jpg

Hoje não houve Tv, jogos, mensagens de Tm, ou outras coisas que fazem com que não se saia de casa.

Pai e filho sairam à rua, pedalaram, riram, competiram... num radioso dia de Domingo.

Hoje vai sendo raro o convívio ao ar livre e quando vejo situaçãoes destas, dá-me um gosto especial registar.

 

"A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!"

Mario Quintana

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 01:49
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|
Domingo, 17 de Abril de 2016

Hoje colhi uma flor

Uma flor

Quero-te dar chuva de flores pela manhã. E quando quiseres podes vir colher sorrisos directo do quintal da minha alma. Nunca te há-de faltar afecto. E se murchar tua alegria, podes vir buscar uma muda no meu jardim para que a tua floresça outra vez. Se te faltar o vento, eu te sopro carinho. E se te faltarem as cores do dia, a gente pinta tudinho com tons de felicidade. Lá do alto, não te deixarei lhar para baixo e mesmo que escorregues de uma nuvem molhada, eu não te soltarei a mão, não te deixarei cair. Amizade é isso, tecto firme no temporal, água para a sede no deserto, riso para enxugar a lágrima que cai.

Desconhecido

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags:

publicado por Existe um Olhar às 13:21
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Abril de 2016

Depois da vida

Raízes

 

Quando meu coração parar desfeito, 
Em sombra na profunda sepultura; 
E o meu corpo espectral e já perfeito, 
Divagar entre o Olimpo e a terra dura; 

Quando sentir, enfim, todo o meu peito 
A converter-se em luminosa altura; 
Eu, aquele fantasma, o claro eleito, 
O enviado da vida à morte escura; 

Ah, quando, em mim, eu for minha esperança! 
Meu próprio ser, divino e redimido; 
E minha sombra apenas for lembrança, 

Bem longe, em outro mundo transcendente, 
À luz dum sol jamais anoitecido, 
Serei contigo, amor, eternamente. 


Teixeira de Pascoaes

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 21:11
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Abril de 2016

O sorriso das folhas

Em leque

 

Sorriso audível das folhas,
Não és mais que a brisa ali.
Se eu te olho e tu me olhas,
Quem primeiro é que sorri?
O primeiro a sorrir ri.

Ri, e olha de repente,
Para fins de não olhar,
Para onde nas folhas sente
O som do vento passar.
Tudo é vento e disfarçar.

Mas o olhar, de estar olhando
Onde não olha, voltou;
E estamos os dois falando
O que se não conversou.
Isto acaba ou começou

Fernando Pessoa

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito (1)
|
Terça-feira, 12 de Abril de 2016

As bolas de sabão

Bolinhas de sabão

As bolas de sabão que esta criança

Se entretém a largar de uma palhinha

São translucidamente uma filosofia toda.

Claras, inúteis e passageiras como a Natureza,

 

Amigas dos olhos como as coisas,

São aquilo que são

Com uma precisão redondinha e aérea,

E ninguém, nem mesmo a criança que as deixa,

Pretende que elas são mais do que parecem ser.

 

Algumas mal se vêem no ar lúcido.

São como a brisa que passa e mal toca nas flores

E que só sabemos que passa

Porque qualquer coisa se aligeira em nós

E aceita tudo mais nitidamente.

Alberto Caeiro

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 17:19
link do post | comentar | ver comentários (38) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Abril de 2016

Um bom suporte

IMG_1590.JPG

 O bom suporte e uma estrutura forte suportará sempre a vida que renasce a cada momento.

 

“Metafísica? Que metafísica têm aquelas árvores?

A de serem verdes e copadas e de terem ramos
E a de dar fruto na sua hora, o que não nos faz pensar,
A nós, que não sabemos dar por elas.
Mas que melhor metafísica que a delas,
Que é a de não saber para que vivem
Nem saber que o não sabem?”

Alberto Caeiro

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 11:14
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sábado, 9 de Abril de 2016

Num dia nublado

Num dia nublado

 

" Um quase silêncio, o dia nublado reflexo dos meus olhos em vidros embaçados repentina clareza, vejo de ambos os lados somos duas pessoas sentindo tudo errado."

Martha Medeiros

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 11:57
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Abril de 2016

Cascata de luz

_MG_4814ab.jpg

 Foto algo estranha, porque quando se fala em cascatas deduz-se que sejam de água, esta tambémm o era , mas a luz incidia sobre ela e teve este efeito, talvez bizarro, mas eu gostei.

"Jogue fora as luzes, as definições.
Diga o que você vê na escuridão."

Wallace Stevens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:11
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Abril de 2016

Pedalando

IMG_9445.JPG

 O exercício físico é um componente do moderno estilo de vida que nas suas distintas modalidades tais como ginástica, desporto e educação física constituem atividades vitais para a saúde, a educação, a recreação e o bem-estar do ser humano, a prática do desporto e os exercícios físicos podem fazer pelos Homens o que não poderiam fazer milhões de médicos. A prolongação da vida e a terapia contra numerosas enfermidades são os principais benefícios do exercício físico.Alguns dos beneficios da prática de exercícios incluem: o reforço da musculatura e do sistema cardiovascular; o aperfeiçoamento das habilidades atléticas; a perda de peso e/ou a manutenção de alguma parte do corpo. Para muitos médicos e especialistas, exercícios físicos realizados de forma regular ou frequente estimulam o sistema imunológico, ajudam a prevenir doenças (doencas cardíacas) moderam o colesterol, ajudam a prevenir a obesidade, e outras coisas.  Além disso, melhoram a saúde mental e ajudam a prevenir a depressão. 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 11:33
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Abril de 2016

Street Art

Street Art

Hoje mais que nunca os riscos nas paredes estão a ser substituídos por autênticas obras de arte, que por vezes transformam casas velhas  e bairros pouco atractivos em pinceladas artísticas que tornam Portugal ainda mais bonito.

Ver mais obras de arte aqui

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 17:13
link do post | comentar | ver comentários (40) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Abril de 2016

O salgueiro chorão

O chorão

O chorão, salgueiro-chorão ou salso-chorão (Salix babylonica) é o nome uma árvore pertencente à família das Salicaceae ou salgueiros. Parece ser originária do Leste da Ásia. É uma árvore nativa do norte da China, mas cultivado há milénios em vários locais da Ásia, tendo sido disperso pelo homem ao longo da rota da seda até à ,Babilónia daí o seu nome científico.

 

“Se eu soubesse que o mundo acabaria amanhã, plantaria uma árvore hoje.”
MARTIN LUKINGTHER 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 01:59
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Abril de 2016

Quando o sol se esconde na água

Quando o sol se esconde na água

 

Quero  ignorado, e calmo 

Por ignorado, e próprio
Por calmo, encher meus dias
De não querer mais deles.

Aos que a riqueza toca
O ouro irrita a pele.
Aos que a fama bafeja
Embacia-se a vida.

Aos que a felicidade
É sol, virá a noite.
Mas ao que nada espera
Tudo que vem é grato.

Fernando Pessoa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 17:46
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

. Chapéus há muitos

. Tu que passas...

. Em tons de verde

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds