Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

Caiu aqui

Sorriso audível das folhas,
Não és mais que a brisa ali.
Se eu te olho e tu me olhas,
Quem primeiro é que sorri?
O primeiro a sorrir ri.

Ri, e olha de repente,
Para fins de não olhar,
Para onde nas folhas sente
O som do vento passar.
Tudo é vento e disfarçar.

Mas o olhar, de estar olhando
Onde não olha, voltou;
E estamos os dois falando
O que se não conversou.
Isto acaba ou começou

Fernando Pessoa
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 01:15
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Elisa Fardilha a 22 de Outubro de 2013 às 07:30
Que luz maravilhosa!

Excelente foto, soberbamente legendada.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 23 de Outubro de 2013 às 09:07
O dia estava a meu favor e brindou-me com um céu luminoso
Obrigada pelas palavras.

Beijos Elisa


De Remus a 22 de Outubro de 2013 às 10:15
Está linda.
As cores, a luz, o nível de detalhe e de definição... está tudo em ponto máximo. Está a roçar a perfeição.
Digo roçar, somente por achar que o pé da folha não devia ter ficado tão junto à margem da fotografia.
Mas isso é somente um pormenor, para ter a hipótese de "dizer mal", porque de resto a fotografia está mesmo muito bem!
Invejável.


De Existe um Olhar a 23 de Outubro de 2013 às 09:12
Pois eu parece que estava adivinhar, já tinha a foto prontinha e antes de a colocar fiz um crop para que o pezinho da folha ficasse mesmo junto à margem, ainda bem que o fiz, assim o Remus pôde fazer o reparo que eu tanto gosto e com aquele humor tão característico que a todos encanta.
Obrigada pelas palavras.

Beijos Remus


De DyDa/Flordeliz a 22 de Outubro de 2013 às 19:05
Caiu aqui?!
Poderia ter tombado
Não rodopiou
Não voou
A folha seca de Outono
Estacionou sobre a pedra
Com um ar abandonado

O Outono é lindo. A foto também.


De Existe um Olhar a 23 de Outubro de 2013 às 09:15
A menina parece que adivinhou, não caiu, não tombou, não rodopiou, estava bem quietinha em cima de um muro à minha espera, se fosse um bicho fugia a sete pés

Beijos


De DyDa/Flordeliz a 23 de Outubro de 2013 às 10:26
Quem? O bicho?


De Existe um Olhar a 23 de Outubro de 2013 às 10:30
Sim , qualquer bicho, ando sempre a correr atrás deles e fogem de mim a sete pés, falo dos irracionais


De jabeiteslp a 23 de Outubro de 2013 às 08:39

Um bonito ciclo de tempo...

Beijos e um belo dia pra ti



De Existe um Olhar a 23 de Outubro de 2013 às 09:16
E eu gosto particularmente deste ciclo em que tudo parece desaparecer para um dia renascer.


Beijos João


De numadeletra a 23 de Outubro de 2013 às 19:51
Adoro! Adoro!
Sempre a surpreender pela positiva, Manu.

Beijinhos


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds