Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

A lei do retorno

 

_MG_3641a (1).jpg

 

Pode demorar, mas sempre receberemos na medida exata do que oferecemos. A ser verdade, tenho recebido tanta bofetada e sinceramente, não me lembro de as ter oferecido em tão grande quantidade. Há algo que não bate certo , ou então estou completamente desmemoriada, será que o "alemão" está a atacar-me?

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | favorito (2)
|
13 comentários:
De Isabel Pires a 19 de Setembro de 2017 às 10:12
(Desapareceu o primeiro... Estranho)

Manu, nem sempre recebemos na medida igual ao que damos. Umas vezes é menos, outras mais e ainda noutras é na mesma proporção.
Diz-se que o que semeares, colherás... Na agricultura é assim, na vida nem sempre. Entendo que não devemos fazer o que quer que seja com esse fito de receber, como uma actividade comercial. Devemos fazer o que sentimos ser bem e estar de acordo connosco.
Beijos!


De Anónimo a 19 de Setembro de 2017 às 10:48
A lei do retorno é verdade, mas por vezes achamos que não merecemos, mas vai ver, é o melhor caminho!De repente vemos que era o melhor! Linda foto! bjs, chica


De laura a 19 de Setembro de 2017 às 12:43
não conheço lei assim, a do retorno.
não falha, Manu.
boa semana beijinho


De Cidália Ferreira a 19 de Setembro de 2017 às 13:32
Recebemos sempre o retorno. Mais cedo ou mais tarde. seja do bem ou do mal.
É assim.
Adorei

Beijinhos


De João Jesus e Luís Jesus a 19 de Setembro de 2017 às 16:25
Excelente fotografia e frase a acompanhar!


De Maria Ladeira a 19 de Setembro de 2017 às 17:19
Um Olhar interessante!
Eu tenho dado ... sem esperar nada em troca (sou assim por natureza)!
As bofetadas foram poucas e não dei a outra face!... passei ao lado mas caminhando na mesma direção pois sempre ouvi dizer que ..."amigos devem estar perto mas os inimigos...ainda mais perto"!!!bj


De Janita a 19 de Setembro de 2017 às 20:17
Foto bastante sugestiva e a legenda, concordando totalmente ou não, há nela um fundo de grande verdade.
Se semear batatas não poderei colher nabos, mas na vida essa lei do retorno, vem quase sempre sem que sejamos nós a determinar o peso e a medida. O melhor a fazer é dar o que temos de melhor para oferecer, se houver correspondência, continuamos, caso contrário partimos para outra. Numa boa!

Alteraste a forma de comentar, Manu, vamos lé ver se consigo corresponder à tua oferta.
Beijos, Manu.


De Carlos a 19 de Setembro de 2017 às 20:48
Pois estou como tu...
Por muito que faça o bem, ele não retorna! Se calhar estou a "trabalhar"para um lugar cativo no céu...prefiro pensar assim!
Beijinho.


De Rui a 20 de Setembro de 2017 às 14:08
Olá Manu. O meu lema é : "tudo o que deres, receberás em dobrado" ! ... mas se de facto isso não se verificar , não virá mal ao mundo, porque fica-me sempre a enorme satisfação da minha dádiva, da minha entrega e isso é o mais importante !
A foto com um título perfeitamente adequado ! ... :)

Beijo, Manu


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds