Domingo, 6 de Setembro de 2015

A minha descoberta de todos os dias

IMG_1122

 

 

A espantosa realidade das coisas
É a minha descoberta de todos os dias.
Cada coisa é o que é,
E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra,
E quanto isso me basta.
Alberto Caeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 21:31
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De miilay a 6 de Setembro de 2015 às 22:09
A foto maravilhosa,com as palavras do nosso grande escritor, é fabuloso.
Beijinho
miilay


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:04
Tomara eu ter fotos tão bonitas como as palavras de Pessoa.
Muito obrigada amiga.

Beijos Miilay


De Teté a 6 de Setembro de 2015 às 23:25
Adoro fotografar patos.Mas até conseguir uma foto boa (a máquina era antiga e lenta) foi um caso sério... :)

Beijocas


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:05
Este deslizava suavemente aqui no parque da cidade, daí que tenha sido relativamente fácil.

Beijos Teté


De Afrodite a 6 de Setembro de 2015 às 23:51
Ainda ontem comentava com o meu filho que as tuas fotos de pormenor são sempre perfeitas.
Apetece estender a mão para tocar no pato, de tão real e nítida que está a imagem.

Beijinhos e boa semana
(^^)


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:08
Ainda bem que ambos vão contemplando as minhas fotos, fico contente por isso, embora nem sempre consiga atingir alguma perfeição que ainda estou longe de o conseguir.

Beijinhos para ti e para o teu filhote


De jabeiteslp a 7 de Setembro de 2015 às 09:17
A foto
nem vê-la
mas pelos comentários
será um quá quá
de bonitas cores e olhar malandro...

Feliz semana e um xoxo de aqui da Serra


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:11
Estranho não veres a foto, por que será? Já experimentaste através do Google.
Aconteceu o mesmo a outra pessoa, mas soube que à noite já conseguiu.
A foto é mesmo de um quá quá que deslizava aqui no parque da cidade.
Espero que a próxima foto consigas ver

Beijos João


De Remus a 7 de Setembro de 2015 às 14:29
Manu: A encantadora de patos.
Este aqui... acho que daria um bom arroz de pato.
Será que a Manu sabe fazer? Se souber, pode convidar a malta...


A fotografia resultou bem. Com os reflexos na água a preencherem muito bem a fotografia.


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:15
A Manu fica mais encantada com os patos, ainda não consigo encantá-los
Sei fazer arroz de pato sim, de pato e todos os arrozes possíveis e imaginários, sou arraçada de chinoca , mas de que me vale isso? Se convidasse ninguém vinha e lá tinha eu de andar uma semana inteira a comer o dito

Muito obrigada pelo apreço

Beijos Remus


De Maria Ladeira a 7 de Setembro de 2015 às 16:18
Um olhar que eu adoro e um poema maravilhoso!!! Bj


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:16
Muito obrigada pelo apreço.

Beijos Graça


De Rui Espirito Santo a 7 de Setembro de 2015 às 16:40
Não vejo aqui a foto, mas depreendo tratar-se do pato na água que vi no FB !? ...
Fantástica, com uma "definição" surpreendente !
Muito curioso o efeito na água de um lado e de outro do pato ! :))

Um beijo, Manuela ! :)


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:18
Não sei porque tal acontece, mas fiquei mais descansada quando me disseste através do face que já conseguias visualizar.
Este passeia-se tranquilamente aqui no parque da cidade.
Muito obrigada.

Beijos Rui


De Anónimo a 7 de Setembro de 2015 às 23:35
Metade pato, metade céu, metade água a outra metade é tua arte.
Um brinde.
Bj.
Manelito


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:19
Tudo pela metade e o todo é a tua simpatia.

Beijos Manuel


De Miguel Alexandre Pereira a 8 de Setembro de 2015 às 17:59
Que registo fantástico, foi daquelas fotos mesmo na altura certa. Perfeito! Ainda para mais ilustrada por um poema do mestre Alberto Caeiro, Pessoa era fabuloso!

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/


De Manu a 8 de Setembro de 2015 às 21:21
Pessoa é e será sempre uma referência notável na poesia portuguesa, quanto à foto, há também um pouco de sorte e alguma intuição.

Muito obrigada

Beijos Miguel


De Carlos a 8 de Setembro de 2015 às 23:24
Mais uma foto que me escapa...Mas acredito que esteja muito bonita. :-)
É espantoso tudo o que se descobre todos os dias. :)


De Existe um Olhar a 8 de Setembro de 2015 às 23:37
Não consigo encontrar explicação para não conseguir ver as fotos do blog.

Deixo o site, talvez assim seja mais fácil. Muito obrigada!

http://existeumolhar.blogs.sapo.pt/


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

. Chapéus há muitos

. Tu que passas...

. Em tons de verde

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds