Terça-feira, 27 de Junho de 2017

A outra metade de mim

IMG_3236a (1).jpg

 


                                                                        “Enquanto não superarmos

a ânsia do amor sem limites,
não podemos crescer
emocionalmente.

Enquanto não atravessarmos
a dor de nossa própria solidão,
continuaremos
a nos buscar em outras metades.
Para viver a dois, antes, é
necessário ser um.”
 
Fernando Pessoa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags:

publicado por Existe um Olhar às 00:54
link do post | comentar | favorito (3)
|
42 comentários:
De Elisa Fardilha a 27 de Junho de 2017 às 17:17
Um olhar de uma beleza rara, soberbamente legendado.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:21
Muito obrigada amiga pelo teu apreço.

Beijos Elisa


De Remus a 27 de Junho de 2017 às 17:40
Mas então a Manu é feita às metades?
Existe uma metade boa e uma metade má, ou será que as duas metades são boas... muito boas?
Será que existem dias em que a Manu só anda com uma metade de si?
Será que qualquer dia a Manu ainda vai perder uma das metades, como quem perde as chaves?
Será que uma das metades manda mais que a outra metade?
Será que alguma das metades me vai responder a estas perguntas?


De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:43
Com que então o menino Remus está a pedir-me que faça uma sessão de streaptease?
Pensava que me negava?
Claro que não o faço sem uma musiquinha a acompanhar
https://youtu.be/4b04jq7NB1s
Começo por despir o coração, que pula umas vezes devagar outras bem agitado, depende da ocasião, se ferido sangra, se amado rejubila.
Dói-me acima de tudo perder amigos, porque são eles o meu maior bem.
O meu sorriso rasgado faz de mim uma mulher forte que por vezes esconde o que sente e abafa dores que tenta disfarçar, sendo ele a minha melhor arma.
Forte como leoa que se preza, enfrenta obstáculos, derruba barreiras, sonha e disfarça dores que não deixa transparecer.
Se preciso for as minhas pernas a esta hora ao som da música sobem e descem montanhas de ilusões e realidades bonitas, porque acima de tudo sou uma sortuda que não deixa passar oportunidades que a deixam feliz.
A metade má não a exponho, porque destoava deste rol de qualidades
Já deu para perceber que não perco nenhuma das minha metades?
Satisfeito?
Deixo metade de um beijo na tua bochecha esquerda e outro na bochecha direita


De Remus a 30 de Junho de 2017 às 14:21
Isso da Manu não perder nenhuma das suas metades, ainda está para ser comprovado por um estudo independente.
Vou tratar de arranjar a equipa que a vai estudar.


De Existe um Olhar a 30 de Junho de 2017 às 15:04
Por mais independente que seja a equipa, desconfio que não conseguirá descobrir tudo, é que há coisas que nem às paredes confesso


De Fernanda Maria a 27 de Junho de 2017 às 20:36
Manu, passei só para te dar um beijinho, continuo em off :(



De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:44
Obrigada por teres passado, já tenho saudades tuas.

Beijos Fernanda


De omeumaiorsonho a 27 de Junho de 2017 às 22:38
Tão certo ;)


De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:44
Estamos então em sintonia

Beijos


De L. Reis a 27 de Junho de 2017 às 22:47
Gostava de me lembrar assim de um adjetivo novo, diferente e muito superlativo para te dizer o quanto gostei desta fotografia! À falta de melhor, direi que a acho absolutamente magnífica. O processamento escolhido assentou-lhe que nem luva, bem como as palavras do poeta. Os meus sinceros parabéns por esta imagem!


De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:48
E eu gostava de ter imaginação idêntica à tua para agradecer o teu comentário que me deixou super feliz, vindo de uma pessoa que admiro, não só no modo como fotografa como a prosa que brilhantemente acompanham as tuas visitas.
Muito obrigada.

Beijos Lina


De Avogi a 27 de Junho de 2017 às 23:06
Tem graça, é igual à outra metade de ti
Kis :=}


De Existe um Olhar a 27 de Junho de 2017 às 23:49
Isto anda tudo coladinho e mesmo que me apeteça separar uma parte de mim, não consigo
Kiss Gi


De João Jesus e Luís Jesus a 28 de Junho de 2017 às 01:24
O que se esperaria de um poema esplêndido de Fernando Pessoa acompanhado de uma boa fotografia? Fantástico!
http://letrasaventureiras.blogs.sapo.pt


De redonda a 28 de Junho de 2017 às 02:39
Gostei muito da imagem - fiquei a pensar como surgiria e nas questões que suscita e da partilha do poema que não conhecia e está tão bem escolhido para à imagem.

um beijinho grande

Gábi


De golimix a 28 de Junho de 2017 às 08:43

Uau!!!


De elvira carvalho a 28 de Junho de 2017 às 09:06
Excelente foto.
Abraço


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds