Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

Há sempre notícias tristes



Todos os dias o rol de notícias que se lêem nos jornais ou se ouvem na Tv, são de desgraças, de catástrofes, de guerras, de conflitos, de medidas injustas que provocam grandes controvérsias, hoje, contudo há uma que me deixou particulamente triste, a morte de Robin Williams, um actor que tinha toda a minha admiração e um dos filmes que mais me marcou na sua carreira cinematográfica , foi o filme Sociedade  dos Poetas Mortos e há uma frase do filme que nunca esqueço e tento colocar em prática.



"Carpe diem. Aproveitar o momento."

(John Keating)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:26
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De Is a 12 de Agosto de 2014 às 12:12
ainda me custa mais é saber a forma como foi a sua partida. Mas não se pode condenar, se havia sofrimento...


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:38
Há muito que deixei de condenar ou julgar, todos temos livre arbítrio.
Morreu um grande homem, ficou uma obra que o imortalizou.

Beijos Is


De Questiuncas a 12 de Agosto de 2014 às 13:47
Foi de facto uma notícia triste, muito triste.
Algo impensável, pelo menos para mim, de um actor que eu estava habituado a ver fazer rir os outros.


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:41
Foi sem dúvida uma grande perda, resta-nos o trabalho cinematográfico que nos deixou e vai continuar a fazer-nos rir, mesmo que agora lamentemos a perda física.

Beijos Questiuncas


De Nadine Pinto | Fotografia a 12 de Agosto de 2014 às 13:58
Fiquei mesmo triste. :(
É isso mesmo, aproveitar o momento. É o meu lema.


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:43
Nunca me esqueço dessa frase e desse filme e tal como tu tento aproveitar o momento.
Grande perda, mas deixou-nos uma obra notável.

Beijos Nadine


De Remus a 12 de Agosto de 2014 às 16:56
É verdade. É uma triste notícia.
Já não se pode fazer nada...


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:45
Quanto à perda não podemos fazer nada, mas podemos continuar a sorrir quando revirmos os excelentes filmes que protagonizou.

Beijos Remus


De Elisa Fardilha a 12 de Agosto de 2014 às 21:11
Viemos num mundo triste!!!

Viver o momento, é o que faço!

A foto está fabulosa. O P&B acentuou-lhe a nostalgia.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:47
De vez em quando temos pequenas alegrias para compensar esses momentos tristes e certamente quando voltarmos a ver algum dos seus filmes, sorriremos.

Beijos Elisa


De MariianaCapela a 13 de Agosto de 2014 às 12:50
Preto e branco fica sempre bem! gosto :)
É verdade, eu já nem vejo televisão..a toda a hora desgraças atrás de desgraças. Sem duvida que o mundo perdeu um grande actor..


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:50
Também vejo pouca Tv, mas a net chega-nos bem rápido e é impossível não tomarmos conhecimento das desgraças que se passam por esse mundo fora.
Pena esta partida, mas a vida é isso mesmo, um constante vaivém de partidas e chegadas.

Beijos Mariana


De ZEKARLOS a 13 de Agosto de 2014 às 13:01
Grande foto, grande P/B.
Concordo em pleno com o que dizes sobre esse grande Mestre mas ao mesmo tempo frágil ser humano. Bjs


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:53
Muito obrigada, fico contente quando gostas das minhas fotos.
Quanto ao tema, não me deixou indiferente assim como o que me ensinou ao ver os seus filmes, sobretudo a grande frase "Carpe Diem".

Beijos Zé Carlos


De Eu, simplesmente! a 13 de Agosto de 2014 às 18:11

Poderá parecer uma frase feita, mas não é!
Penso que este Homem marcou gerações, e pela positiva.

Dói saber a opção que tomou, mas só ele sabia o sofrimento em que estava.
É por saber que a maioria das pessoas que optam pela morte, em detrimento da vida, estão num enorme sofrimento que nunca condeno - era só o que faltava! - quem se suicida.



De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:55
Concordo contigo, os filmes deles são intemporais e tenho a certeza que os continuarei a rever como se fosse a primeira vez.
Condenar? Nunca...ninguém sabe o que esconde o coração e a mente humana por detrás de um sorriso.

Beijos


De cristina a 13 de Agosto de 2014 às 21:35
Manu, também fiquei muito triste, ainda mais da maneira que foi.
Carpe diem!


De Existe um Olhar a 14 de Agosto de 2014 às 08:58
Ninguém podia supor que por detrás daqueles olhos pequeninos, daquele sorrriso, se escondia tanto sofrimento, daí que aprendi a nunca julgar as pessoas.
Foi sem dúvida uma grande perda e como não sabemos se haverá amanhã, vivamos o momento.

Beijos Cristina


De Isa a 16 de Agosto de 2014 às 23:45
Bonita homenagem a um grande homem que nos parecia que tudo tinha e afinal não. Faltava-lhe o essencial :a alegria da vida q até parece um contracenso pois passou a vida a fazer rir os outros.


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds