Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2017

Menino do mundo

IMG_0631 (1).JPG

Cabecinha boa de menino triste,
de menino triste que sofre sozinho,
que sozinho sofre e resiste,

Cabecinha boa de menino ausente,
que de sofrer tanto se fez pensativo,
e não sabe mais o que sente...

Cabecinha boa de menino mudo
que não teve nada, que não pediu nada,
pelo medo de perder tudo.

Cabecinha boa de menino santo
que do alto se inclina sobre a água do mundo
para mirar seu desencanto.

Para ver passar numa onda lenta e fria
a estrela perdida da felicidade
que soube que não possuiria.

Cecília Meireles, in 'Viagem'

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags:

publicado por Existe um Olhar às 21:06
link do post | comentar | favorito (2)
|
30 comentários:
De DyDa/Flordeliz a 10 de Fevereiro de 2017 às 00:18
Não conhecia este poema da Cecília.
Bem, também não conhecia este teu menino.
Manchado de sujeira. Lindo. Dizem, criança para ser completa tem de ter a cara suja. Principalmente suja de muito amor, suja de felicidade, suja de curiosidade.
Gostei Manu. Mas não é dificil fazer-me derreter por meio tamanho de gente.


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:32
Também não conhecia, mas na procura de palavras que se adequem às fotos, por vezes encontramos coisas lindas.
Este menino, aparentemente infeliz, encontrei-o no outro lado do mundo, onde a felicidade não se mede pelo que se tem, mas com aquilo que têm.

Beijos


De Pedro Coimbra a 10 de Fevereiro de 2017 às 04:00
Este poema pede o acompanhamento musical de Child of the Universe, de Barclay james Harvest.
Bfds


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:33
Uma música que gosto e que adequa na perfeição a este post.

Beijos Pedro


De jabeiteslp a 10 de Fevereiro de 2017 às 08:29
Um bom e feliz fim de Semana
e pró do retrato
mais tarde ou mais cedo
terá que emigrar...

Beijinhos e um dia feliz


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:34
Este não tem hipótese de emigrar, têm pouco, vivem longe de tudo, mas mesmo assim são felizes.
Óptimo fim de semana também para ti.

Beijos João


De green.eyes a 10 de Fevereiro de 2017 às 10:06
Gosto do poema ... mas ver uma criança triste mexe MUITO comigo.

Bom fim de semana
Bjs


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:36
Tem um ar triste, sim, mas na realidade encontrei-os alegres com um ar curioso, por verem alguém desconhecido.

Beijos


De Luisa a 10 de Fevereiro de 2017 às 10:51
Há uma inquietação que me toma ao olhar para esta criança. Foto e poema numa excelente conjugação.


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:37
A intenção foi essa quando publiquei a foto, mas o que vi foi mais curiosidade ao ver uma pessoa tão diferente numa aldeia nos confins do mundo.

Beijos Luisa


De Rui Pires a 10 de Fevereiro de 2017 às 10:52
Aliado a essas sublimes palavras, uma, mais uma estupenda e maravilhosa foto.
Excelente a opção p&b, valoriza ainda mais a imagem!
Bj Manu


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:39
Muito obrigada pela tua apreciação favorável.
Deu-me um prazer enorme fotografar crianças numa aldeia perdida nos Himalaias.

Beijos Rui


De Ana Lúcia a 10 de Fevereiro de 2017 às 12:09
Adorei o ângulo. Muito criativa.


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:39
Fico contente por teres gostado.

Beijos Ana Lúcia


De Maria Ladeira a 10 de Fevereiro de 2017 às 13:05
ADOREI!!! bj


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:40
Muito obrigada.
Também me deu um prazer especial captar este olhar.

Beijos Graça


De Elisa Fardilha a 10 de Fevereiro de 2017 às 13:19
Excepcional foto, soberbamente legendada.
Emocionei-me com o poema, embora seja a realidade de tanta criança.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:42
Infelizmente é uma realidade, mesmo nos países mais desenvolvidos.
Meninos bem vestidos, de caras lavadas, nem sempre são os mais felizes.
Muito obrigada pelo teu apreço.

Beijos Elisa


De Remus a 10 de Fevereiro de 2017 às 15:01
Pois... Desta vez fiquei sem palavras. Perdi o pio...
A fotografia e o poema associado já dizem tudo...


De Existe um Olhar a 11 de Fevereiro de 2017 às 15:45
Percebo porque perdeste o pio, numa situação destas, não dá para ficar indiferente.
No meu caso também fiquei sem pio, porque nem eu nem ele, percebíamos nada do que pudéssemos dizer, comunicámos apenas com o olhar

Beijos Remus


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

27
28


.posts recentes

. Temporariamente encerrado

. Quase vazias...

. Enamoramento

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds