Domingo, 8 de Fevereiro de 2015

Ninguém abriu a porta

 

Esta foto foi tirada em Óbidos, onde é normal as maiores e mais bonitas casas serem muradas, seguindo a tradição mourisca em que a privacidade era levada a sério.

Por detrás da porta havia um jardim lindíssimo, gostava de ter visitado. Presumo que não estivesse ninguém, fica apenas o registo do batente. 
E assim conformada deixo uma frase de Roosevelt:

"Faça o que puder, com o que tiver, onde estiver."

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 19:17
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De Alice Alfazema a 8 de Fevereiro de 2015 às 20:41
Ficou linda!

Boa semana.

Beijinhos


De Existe um Olhar a 8 de Fevereiro de 2015 às 21:00
Muito obrigada Alice


Beijos


De marrocoseodestino a 8 de Fevereiro de 2015 às 20:44
Tudo é lindo em Óbidos, Manu.
Boa semana


De Existe um Olhar a 8 de Fevereiro de 2015 às 21:00
Concordo a 100% contigo.

Beijos


De jabeiteslp a 8 de Fevereiro de 2015 às 21:34
Pois, que até parece uma composição...

E sendo ou não
um Xi coração de aqui dos calhaus




De Existe um Olhar a 8 de Fevereiro de 2015 às 22:57
Não é uma composição apenas um pequeno detalhe do portão.
Em Óbidos é assim, todos os detalhes são de uma beleza ímpar, basta estar atenta. Apesar de vaguear por ali muitas vezes descubro sempre coisas novas.

Beijos aqui dos mares do Oeste


De DyDa/Flordeliz a 8 de Fevereiro de 2015 às 22:39
Parece uma montagem de 3 fotos.
Um fundo+ 2 fotos.

Gostei muito Manu.

Tentei ver-te nos reflexos mas esqueci os óculinhos


De Existe um Olhar a 8 de Fevereiro de 2015 às 23:00
Então onde deixaste as lunetas? Não me viste ali atrás das grades?

Ainda tentei arrombar o portão, mas desisti, podia ser apanhada por algum mouro

Gosto do teu gosto


De Paulo César Silva a 8 de Fevereiro de 2015 às 23:01
muito mais bonita que uma porta moderna, em que nos temos de aproximar de uma câmara que depois liga uma luz que nos fere os olhos! depois ouve-se uns ruídos e por fim a pessoa que queremos visitar... de seguida ouve-se um pequeno besouro e empurramos a porta para entrar... se não formos rápidos a empurrar a porta, lá temos nós de voltar a pedir para abrir... voltamos a ouvir o besouro e desta vez, para não acontecer como da primeira vez, quase que deitamos a porta abaixo...
lá dentro, em vez de um jardim, temos um corredor que muitas vezes parece um hospital...
conclusão: quero viver em Óbidos! :)
e a foto é magnifica... as cores e o enquadramentos ficaram fantásticos...


De Existe um Olhar a 8 de Fevereiro de 2015 às 23:18
Descreveste na perfeição as modernices que eu detesto, só tem uma coisa boa, posso ver quem toca. Por vezes são os das redes móveis, outras as senhoras que querem que me mude para a religião delas, propagandistas de todo o género..enfim!
Já viver em Óbidos, outro galo canta, mas não te iludas, as casas são lindas por fora, mas a maior parte delas são poços de humidade, excepção feita aos grandes casarões de gente fina que só lá vai nos fins de semana e férias.
Vale a pena mesmo é andar a vaguear por ali e fotografar, descobrem-se sempre detalhes novos, mesmo para mim que vivo a dois passos e onde já trabalhei, nunca me canso.
Aconselho-te um dia uma visita, são tantos os turistas que conseguias fotos mesmo ao teu jeito e ninguém dava por ti.

Beijos Paulo


De Vasco a 9 de Fevereiro de 2015 às 00:02
Magnífica macro.

Adoro estes detalhes!

Boa segunda-feira.

Abraço.


De Existe um Olhar a 9 de Fevereiro de 2015 às 00:28
Óbidos tem a particularidade de conseguirmos detalhes que fascinam e em cada esquina há sempre algo que nos desperta a atenção.
Muito obrigada.

Beijos Paulo


De Remus a 9 de Fevereiro de 2015 às 12:41
Vou pegar nas palavras da criatura com dupla personalidade DyDa/Flordeliz e dizer que parece uma montagem de 3 fotos, mesmo claramente não sendo.

Uma bonita composição, que pode ser invocativa de uma qualquer história digna das mil e uma noites.
Para a próxima bata no batente, e quem sabe se não encontrará um Ali Babá ou então um dos Quarenta ladrões.
:-D


De Existe um Olhar a 9 de Fevereiro de 2015 às 16:14
A bendita criatura , tal como o Remus têm olho para a coisa
É apenas uma porta que gosto muito e um dia talvez a coloque aqui por inteiro ladeada de eras, isto se entretanto não vier um Ali Babá que me leve para o país das mil e uma noites. , o que acho pouco provável, já que ele deve andar entretido com outras donzelas mais sedutoras

Beijos Remus


De Elisa Fardilha a 9 de Fevereiro de 2015 às 13:07
E tu fizeste o que o teu olhar e sensibilidades mandaram.

A parte do todo numa excelente porta. Adoro batentes. Este é magnífico e a porta bem original.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 9 de Fevereiro de 2015 às 16:16
Foi um olhar repentino, uma inspiração de momento, tantas vezes já ali passei e só desta última vez me lembrei de fotografar este detalhe.

Beijos Elisa


De Miguel Alexandre Pereira a 9 de Fevereiro de 2015 às 19:01
Mais um detalhe extraordinário, começam a faltar palavras para elogiar. Gosto mesmo do teu espaço, vale a pena visitá-lo e ficar perdido no teu olhar :)

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/


De Existe um Olhar a 10 de Fevereiro de 2015 às 15:09
Mais uma vez agradeço de coração as tuas palavras simpáticas.

Beijos Miguel


De Ana Freire a 9 de Fevereiro de 2015 às 20:02
Excelentes tonalidades e detalhes.
Fica a curiosidade de ver, como seria o portão no seu todo.
Beijos
Ana


De Existe um Olhar a 10 de Fevereiro de 2015 às 15:10
Tenho a porta inteirinha, talvez um dia destes satisfaça a tua curiosidade

Beijos Ana


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

. Chapéus há muitos

. Tu que passas...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds