Sábado, 8 de Março de 2014

Quem é ela?

Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina.. E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar..
Não me dôo pela metade, não sou tua meio amiga, nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos. Sou boba, mas não sou burra. Ingênua, mas não santa. Sou pessoa de riso fácil.. e choro também!

(Tati Bernardi)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 00:01
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Elisa Fardilha a 8 de Março de 2014 às 13:48
Simplesmente, uma MULHER!

Bela e original foto para comemorar o nosso dia!

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 9 de Março de 2014 às 20:06
Foi precisamente isso que quis transmitir de uma forma simples, porque afinal de contas nós mulheres até nem somos complicadas

Beijos Elisa


De jabeiteslp a 8 de Março de 2014 às 15:24
Cá pra mim
ao som de um ritmo daqueles....

Feliz fim de semana
xoxo de aqui e do Festival
que nos alegra todo o astral...


De Existe um Olhar a 9 de Março de 2014 às 20:08
Por aqui não houve ritmo, porque o momento não o permitiu e falta de tempo tem sido mais que muita.
Espero que por aí se tenha festejado o dia em grande.

Beijos João


De Rute a 8 de Março de 2014 às 17:35
Uma mulher...e há tantas palavras para a dizer, mas tu já tomaste conta desse assunto e fizeste-o muito bem. Tb gostava de ver esta foto a preto e branco.

1 beijo


De Existe um Olhar a 9 de Março de 2014 às 20:11
Uma que representa todas nós, foi a maneira mais singela e um pouco apressada que arranjei para o dia que se comemorou.
Já experimentei a foto a P&B e realmente tinhas razão, ficava muito bem.

Beijos Rute


De Ana Freire a 9 de Março de 2014 às 22:37
Deus criou a mulher... e finalmente descansou!...
Um beijo
Ana


De Existe um Olhar a 10 de Março de 2014 às 07:18
Descansou porque fez a sua obra prima

Beijos Ana


De Anónimo a 10 de Março de 2014 às 00:23
Sabes, Manu, não sei se foi a fotografia que fez de mim muito do que sou agora, mas curiosamente desde que me apaixonei pela fotografia, sou muito observadora. Não partilho retratos no meu blogue porque a minha vida privada é demasiado valiosa para isso, mas fotografo faço imensos retratos das minhas pessoas. Mas adiante, que eu queria era dizer que estou cada vez mais observadora. Na minha última viagem de avião, sentei-me no aeroporto Sá Carneiro e fiquei fascinada a ver as pessoas. A imaginar para onde iam, o que esperavam que lhes acontecesse, os sonhos, os anseios, a própria vida delas. A tentar descodificar-lhes os olhares, a posição das mãos, enfim.
Tanta coisa para te dizer que adorei esta fotografia e que fiquei a magicar.
Beijinhos e uma semana colorida.


De Existe um Olhar a 10 de Março de 2014 às 07:27
Ao ler este comentário revi-me nele.
Estou precisamente como tu, parece que nada me escapa e a observação desenvolveu-se de uma maneira quase assustadora.
Por outro lado tudo funciona como uma terapia, quando ando de máquina na mão não penso em mais nada.
Como um amigo da fotografia que temos em comum um dia me disse...primeiro fotografamos com o olhar e depois com a máquina e é assim que faço no meu dia a dia.
Gosto de gente, gosto de tentar descobrir o que lhes vai na alma, de interpretar sinais...e este mundo fascina-me.
Como tu um dia disseste acho que somos um pouco parecidas.

Uma boa semana para ti e desculpa, nos próximos dias não vou ser tão assídua, estou no estrangeiro, mas depois vou ver tudinho, tá?

Beijos Lacorrilha


De Remus a 10 de Março de 2014 às 17:20
(Provocaçãozita)
Pela fotografia, deduzo que para uma mulher ser realmente mulher, tem que andar com sacos e mais sacos de compras. Tem que gastar dinheiro, no que não precisa, mas que gosta de ter. Tem que ter dezenas de pares de sapatos, mesmo que raramente ande com eles.
Tem que ter aquele vestido especial, mas que só o comprou, para o usar uma única vez.


(Outra provocaçãozita)
Não concordo nada com este dia da mulher. Faz sentido existir esse dia? Seremos nós assim tão maus, em que até é necessário reservar um dia de calendário para festejar o dia da mulher?


De Existe um Olhar a 10 de Março de 2014 às 20:05
1ª provoçãozita
Os sacos e sacos que ela transporta, são na maioria das vezes compras a pensar no ser amado, para não terem a surpresa de os verem vestidos como palhaços porque ou são daltónicos ou não fazem a mínima ideia de como combinar as cores. Quanto às roupitas ou sapatos para elas é sempre para lhes agradar, não vão eles olhar para o lado

2ª provocaçãozita.
Fique a saber que o dia 19 de Novembro se comemora o dia internacional do homem, deduzo que ninguém ligue muito a isso, porque durante o ano todo, há o dia do Stº António, S. João, S. Pedro, S. Sebastião, S. Francisco...não acha que são homens a mais para lembrar?

3ª provocaçãozita
Quem é o único ser humano capaz de dar à luz?

E agora? Ainda acha que não merecemos um diazito?

Beijos Remus


De Remus a 11 de Março de 2014 às 16:27

Resposta à primeira parte da 1ª provocação:
Vocês, com a vossa mania de querer controlar tudo, nem nos deixam ser criativos e criar as nossas própria modas. Vestimo-nos como palhaços ou com um certo grau de daltonismo, é uma forma criativa de se viver, que vocês teimam em castrar.
Resposta à segunda parte da 1ª provocação:
Façam o que vocês fizerem/comprarem, nós olharemos sempre para o lado. Dizem que olhar não tira pedaço e além disso, até é uma forma de vos valorizar. Porque apesar de olhar para o lado, desde que não passe disso, vamos dar sempre valor ao que realmente temos.


Resposta à 2ª provocação:
Desconhecia essa menção ao dia 19 de Novembro. Do que pesquisei, é algo recente, só começou em 1999...
Em relação ao dia dos santos, se vamos por aí, também existem dias de santas. E os dias de nossa senhora...


Resposta à 3ª provocação:
Isso é por causa de uma questão fisiológica. Não podemos mudar...
Mas já agora, posso dizer que muitos electricistas, também dão à luz todos os dias.



Resposta à 4ª provocação:
Não. Acho que não. As mães, as avós... essas merecem. Agora as mulheres, só por ser mulher, acho que não.
O mesmo se aplica ao tal dia 19 de Novembro. Não faz nenhum sentido festejar o dia do homem.


De Existe um Olhar a 11 de Março de 2014 às 20:02
Depois de todas estas provocaçõezitas, resta-me instituir a partir de hoje o dia do REMUS, um ser iluminado que me deixa aqui sem palavras


De katya a 10 de Março de 2014 às 17:26
Eu tb não sou metade, ou sou tudo ou não sou nada. detesto meios termos
bjs*

http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/


De Existe um Olhar a 10 de Março de 2014 às 20:30
Então já somos duas ou tudo ou nada!!!

Beijos Katya


De Carla Brito a 12 de Março de 2014 às 09:22
Provavelmente é mais um, dos tantos desconhecidos pelos quais passamos todos os dias!
Passamos por tanta gente e nem reparamos nas pessoas a maior parte das vezes!


De Mariiana a 13 de Março de 2014 às 17:12
tem qualquer coisa de misterio esta fotografia.. gostei! :)


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

. Chapéus há muitos

. Tu que passas...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds