Domingo, 27 de Abril de 2014

São Estevas

A esteva (Cistus ladanifer) é uma espécie de planta com flores da família Cistaceae

É nativa da parte ocidental da região mediterrânica, crescendo espontaneamente desde o sul de França a Portugal e no noroeste de África. O nome do género da esteva - Cistus - tem a ver com o facto de os seus frutos serem cápsulas globosas com 7 a 10 compartimentos. Etimologicamente vem do grego "ciste", que significa caixa, cesto.

 

Ladeiam na Primavera as estradas no Alentejo, contrastando de forma deslumbrante com o verde da paisagem.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 23:05
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De miilay a 27 de Abril de 2014 às 23:47
Amiga, que Maravilha! Conheço tantas plantas mas, não me lembro de ter visto estas, pelo menos de perto. Fabuloso o teu OLHAR.
Beijinho
miilay


De Existe um Olhar a 27 de Abril de 2014 às 23:54
Eu só as conheci no Alentejo, acho que a norte não existem. Eram estradas a perder de vista ladeadas com elas, um espectáculo imperdível.

Beijinhos Amiga


De DyDa/Flordeliz a 28 de Abril de 2014 às 00:50
São frágeis, mas belas.
A foto ficou excelente.


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 01:50
Não te iludas amiga..frágeis? um vento dava-lhes com força e nem uma pétala no chão. Rijas como o é toda a paisagem alentejana.

Beijos


De Anónimo a 28 de Abril de 2014 às 04:11
Ai Alentejo, Alentejo. Para mim é Açores, zona do Douro e Alentejo, as minhas grandes paixões portuguesas.
A fotografias está só sublime.
Boa semana e beijinhos!


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 01:52
Gostos iguais..Açores uma paixão, Alentejo ficou no coração e o Douro o sonho de um dia poder subi-lo.

Beijos Nadine


De Alice Alfazema a 28 de Abril de 2014 às 09:38
Linda! Tens de provar o mel de esteva, delicado e delicioso.


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 01:55
Sabes que visitei uma herdade perdida nos confins do Alentejo onde um belga se dedicava a fazer óleos essencias com flores silvestres e ao longe já se viam as colmeias para no próximo ano produzir mel?
Faltou mesmo provar, fica para a próxima.

Beijos Alice


De Ana Freire a 28 de Abril de 2014 às 12:58
Cada vez, me convenço mais, que quem atribui nomes às flores... não deve gostar muito delas...
Um nome tão áspero para uma flor tão delicada...
Para mim não são estevas... são liiiiiiindas...
Também não as conhecia...
Foto maravilhosa, Manu! Alentejo nesta altura do ano, deve estar mesmo deslumbrante...
Beijos
Ana


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 01:58
Sabes que pensei o mesmo? Esteva? parece um nome daqueles que não lembra a ninguém., também me apeteceu dar-lhes outro nome..e se lhes chamasse-mos " princesas? Que achas?
Experimenta ir um dia ao Alentejo na primavera e logo compreenderás o que senti e como vim de alma cheia.

Beijos Ana


De Ana Freire a 28 de Abril de 2014 às 13:27
Woooow!!!! Mas que estoiro de música é essa????
Pertence a algum album? É ao geito da Enya e Secret Garden... mas esse grupo não conheço...
Troco o nome desse album, pelo nome de um, com músicas da América do Sul, para os lados dos Andes e afins que muito por aqui constam... de cair para trás, feitas por um norte-americano...
Beijo
Ana


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 02:01
É o meu género musical, o tipo de música que mal chego a casa ponho a tocar. Gosto dos Enya, Era, Enigma, Oliver Shanti e se fores ao youtube e procurares em Budhabar, vais encontrar muita coisa do género.
Muito zen

Beijos Ana


De Remus a 28 de Abril de 2014 às 14:41
Desconhecia por completo o nome destas flores.
Obrigado pelo ensinamento.
Vistas assim, as pétalas brancas até fazem lembrar papel meio amarotado.
A natureza é sempre surpreendente. E a Manu nunca falha nem perde uma oportunidade.



De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 02:06
Parece que me lê os pensamentos, não gosto do nome "estevas" faz-me lembrar o nome de alguma tia do século passado e ainda estive para colocar o título:" De papel amarrotado"
Como diz e bem a natureza tem essa capacidade de nos surpreender, coisa que na maior parte das vezes é vedada aos humanos, salvo raras excepções, como por exemplo uma certa pessoa que coloca fotos à velocidade da luz

Beijos Remus


De Elisa Fardilha a 28 de Abril de 2014 às 19:56
Imagino a beleza dos campos com tão magníficas flores.

Desconhecia-as. Parecem pintadas à mão.

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 02:08
É uma beleza indescritível , mesmo que eu fosse uma mestre na arte de bem fotografar.

Beijos Elisa


De lis a 29 de Abril de 2014 às 04:14
MUito linda Manu
Que cores incríveis que conseguistes capturar nesse branco que geralmente comigo nunca dá certo rs
Maravilhosa!
Estive 'roubando ' umas fotos dos amigos e publicando na semana que antecede o aniversário do 'flor de lis' _ já virou hábito esse ritual e levei uma sua também, ok?
Quando puder vá ver e não repara 'levar sem pedir' rs
Abraços e boa noite


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 02:10
Lis, fica desde já autorizada a levar o que quiser, é uma honra.
Depois quero ver, ok?

Beijos Lis


De Kok a 29 de Abril de 2014 às 11:25
São lindas sim! Conheço-as desde criança nos campos algarvios onde também florescem.
Não poucas vezes fiquei "peganhento" ao tocar nos ramos da planta.
E é também linda a foto!
Pelo plano que mostras será que sobre elas esvoaçaste? Vou acreditar que sim!

Beijinhos pairando sobre sorrisos


De Existe um Olhar a 30 de Abril de 2014 às 02:13
Como amante da zona sul que és, calculei que conhecesses. Eu desconhecia, pelo que me vi na obrigação de esvoaçar por aí abaixo e digo-te que foi uma sensação fantástica.

Beijinhos e sorrisos esvoaçantes


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

. Chapéus há muitos

. Tu que passas...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds