Quinta-feira, 8 de Junho de 2017

Sem amarras

IMG_0603 (2).JPG

Solto-me e liberto-me daquilo que não me deixa viver. 
Não há amarras, há apenas a liberdade de ser e de me soltar, sem medo do que vem, sem ouvir vozes destoantes daquilo que realmente sou...transparente, igual a mim mesma, ignorando vozes e palavras loucas que passam ao longe sem que elas me impeçam de continuar vivendo num mar de provocações, que em nada afectam o que há de mais genuíno dentro de mim.
Falem, gritem acreditem no que quiserem, porque as cordas que podiam prender-me, são as mesmas que uso para me libertar. 

Logo que me seja possível agradecerei as vossas visitas e comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 00:51
link do post | comentar | favorito (4)
|
19 comentários:
De DyDa/Flordeliz a 8 de Junho de 2017 às 01:30
Metade disto e metade daquilo. O resto fica à imaginação de um outro olhar. Gosto.
Já de amarras, não. Ninguém merece ser amarrado ou tem direito de amarrar. Isso é subjugar.
E não é preciso cordas. As palavras ferem. Os gestos também.
A vida podia ser bem mais fácil se não a complicássemos na hora de escolher o trilho.
Desejo-te sorte.


De Pedro Coimbra a 8 de Junho de 2017 às 04:55
Podemos e devemos viver como nos der na real gana.
Desde que não pisemos ninguém no processo.
Bjs


De jabeiteslp a 8 de Junho de 2017 às 09:13
E viva a Liberdade

Beijinhos e um feliz dia de aqui


De chica a 8 de Junho de 2017 às 09:29
Linda foto e palavras que são um grito à liberdade! beijos,chica


De António Santos Gomes a 8 de Junho de 2017 às 10:58
Bom dia, ser igual a si mesma é perfeito, só assim se consegue ser livre, a submissão é o lado negativo do ser humano, quem o é, nunca será livre no pensamento e no viver, como eu digo sempre, "só nos aceita quem quer".
AG


De Chic'Ana a 8 de Junho de 2017 às 11:02
Temos de nos libertar das nossas amarras para conseguir ir a bom porto..
Gosto muito da imagem =)
Beijinhos


De Cidália Ferreira a 8 de Junho de 2017 às 12:20
""Falem, gritem acreditem no que quiserem, porque as cordas que podiam prender-me, são as mesmas que uso para me libertar. "" Está tudo dito! AMEI

Beijinhos


De Rui a 8 de Junho de 2017 às 16:26
É isso mesmo, Manu.
As amarras são são amarras se forem utilizadas para tal !
Não o sendo e mesmo que presentes o seu efeito é nulo !

Beijinhos sem amarras ! :)


De Maria da Graça a 8 de Junho de 2017 às 17:21
O olhar está fantástico!
A reflexão é belíssima!
Bj


De laura a 8 de Junho de 2017 às 22:51
lindo este olhar, Manu :)


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

27
28


.posts recentes

. Temporariamente encerrado

. Quase vazias...

. Enamoramento

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds