Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015

Não há distância, há caminhos

"A utopia está no horizonte. Aproximo-me dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte se distancia dez passos mais além. Para que serve a utopia? Serve para isso: para caminhar."

Eduardo Galeano

Foto tirada na Itália, junto ao lago Di Ley



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 07:39
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|
Domingo, 23 de Agosto de 2015

Magic water

 

 O rio atravessava a Floresta Mágica, algures entre a Suíça e a Itália.

As águas cristalinhas e transparentes desciam apressadas em pequenas cascatas, contornando pequenos rochedos que ladeavam as margens. 
Há lugares cuja beleza é impossível descrever. Olhar e captar momentos é a única forma de eternizar a beleza que a natureza nos oferece.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

A romântica Veneza

O principal núcleo da cidade, o seu centro histórico, é constituído por um conjunto de ilhas no centro da lagoa, com um total de 60 053 habitantes. A estas ilhas no centro da lagoa há que juntar outras no estuário (30 295 residentes) e também na parte continental (180 661 residentes), que com os seus 130,03 km², representam cerca 83% da área emersa do território.

A cidade está coberta por 177 canais, 400 pontes e 118 ilhas, estando localizada entre a foz do rio Ádige (a sul) e do rio Piave (a norte). O centro histórico é totalmente pedonal, atuando como canais rodoviários, bem como os diferentes barcos, que são os únicos meios de transporte na zona. O centro histórico sempre esteve isolado de terra firme (algo que em numerosas ocasiões representou um eficiente sistema de defesa) até 1846, quando foi construída a ponte ferroviária. Em 1933, a Ponte della Libertá, com 4 km trouxe para a entrada da cidade o tráfego rodoviário, ligando Mestre à Piazzale Roma. A cidade dista cerca de 37 km de Treviso e 40 km de Pádua.

 

Foi uma cidade que não me surpreendeu, talvez por tanto ter lido e ouvido falar nela. Curiosamente julguei encontrar uma cidade mal cheirosa, mas tal não aconteceu, surpreendeu-me mais ver o lixo nas ruas. Apesar de ter um fraco sentido de orientação é uma cidade onde se circula facilmente e onde as pontes, praças e canais estão bem assinalados.

Muita gente de todos os cantos do mundo, muita animação, lojas das melhores marcas de vestuário e acessórios estão ali, haja dinheiro e beber um simples café é um luxo, já que é uma cidade caríssima, mas vale a pena entrar e ouvir os italianos com a sua língua cantante e natural simpatia.

Cidade escolhida por recém casados para passarem a lua de mel, eu já ultrapassei essa fase, mas sinceramente escolheria outro destino, mais sossegado e de preferência com águas quentes  e límpidas, mas felizmente há gostos para tudo.

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Março de 2014

Atravessamos?




O Lago de Como (em italiano Lago di Como) é um lago de origem glacial na Lombardia, Itália. Com uma área de 146 km², é o terceiro maior lago da Itália, depois do Lago de Garda e do Lago Maggiore. Com uma profundidade máxima de 410 metros é um dos mais profundos lagos da Europa.

Ps. George Clooney tem aqui uma casa, ainda andei a ver se o via, podia ser que me oferecesse um cafezinho, mas dele, nem sinal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013

Aqui encontrei um sete


 


Subimos ao monte de St. Martin por uma estrada sinuosa e estreita, a dada altura, estacionámos e percorremos cerca de 3 km a pé. Parámos num bar com uma vista fabulosa, petiscámos e em cima de cada mesa havia uma pedra com um número inscrito. A exemplo do que já fiz aqui e socorrendo-me do que aprendi em numerologia deixo hoje o significado deste número para os que nasceram a 7, a 16 ou 25 e ainda as características do ano pessoal 7, embora tudo o que diga sobre o assunto seja apenas um resumo, pois muito haveria a desenvolver.

Assim as pessoas que nasceram a 7 ou cujo número somado e reduzido a um dígito só dê sete, são pessoas que apresentam tendências individualistas, introvertidas, egocêntricas e por vezes teimosas. São pessoas dotadas de grande sensibilidade, intuição e psiquismo, cujos pressentimentos raramente saiem errados. Têm tendência para o perfeccionismo e são muito analíticos. São difíceis de conhecer, mas de trato agradável quando já conhecem as pessoas com quem se dão.

Para calcular as características do ano pessoal que se está a viver soma-se o dia, o mês de nascimento e o ano em que estamos.

Exemplo : para alguém que nasceu a 7 do 7, soma-se 7+7+6, 6 porque estamos em 2013 e reduzindo a um dígito só dá 6, para quem ainda não festejou o aniversário tem que somar 5 referente ao ano de 2012. No exemplo dado a pessoa está a viver um ano 2 que é um ano pouco favorável em termos de resultados materiais e pouco propício ao arranque de projectos. O ano anterior foi para semear, este ano será altura de aguardar que a semente germine. Espere que as coisas aconteçam, esteja atento ao que se passa à sua volta, mas não tome iniciativas de mudança. É altura de reforçar as amizades e relações, de trabalho em equipa e de reunir informações sobre assuntos que lhe interessam. No próximo ano que será um ano 3 , aí sim vai ser um ano de expansão.

Se nasceu a 23/7 , está a viver um ano 9, só mais um exemplo, 6/12 está até à data do aniversário a viver um ano 5, etc

Isto é só uma pequena amostra, muitos outros factores têm que ser tidos em consideração e para que isto não se alongue fico-me por aqui.

 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 17:19
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
|
Terça-feira, 10 de Setembro de 2013

Lago di Résia

 

No Reschenpass havia três lagos naturais: Lago Resia, também chamado de Lake Middle Graun (alemão Grauner Ver ou Mittersee) e o lago de San Valentino alla Muta. A construção de uma grande barragem em 1950 uniu os dois primeiros lagos anteriores e submersa a antiga vila de Graun. Casas 163 e 523 hectares de terra plantados com frutas ficaram submersos. A bacia do lago, tem 6 km de comprimento e 1 km de largura no ponto mais largo.

A ideia de usar esses três lagos para produção de energia hidroeléctrica remonta a 1910, mas só em 1920 foram apresentadas os pedidos de concessão

Apesar das dificuldades económicas do pós-guerra, e a falta de todas as matérias-primas necessárias para a continuação do trabalho, ele foi retomado graças ao investimentos da Suíça  e a barragem foi concluída com a abertura a 28 de Agosto de 1949.

Houve  grandes dificuldades devido à falta de matéria-prima necessárias. Foi importada pela primeira vez, a glicerina da Argentina para usá-la como  explosivo.

No total, foram escavados 35 quilómetros de túneis subterrâneos, e usaram-se 1,5 milhão de toneladas de cimento, 10 mil toneladas de ferro e 800 toneladas de explosivos. Mas o maior custo foi o de ter que destruir completamente a vila de Graun , e parcialmente a de Resia , que foram reconstruídos em posições mais altas.

 

O topo da torre da igreja de Graun emerge da água e ainda é visível.

 

Pena que tenha chegado mesmo ao final do dia e o sol já se tinha posto

 

 

Lago Di Résia- Sul do Tirol- Itália

Agosto de 2013

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 11:12
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Domingo, 25 de Agosto de 2013

Arco-íris de Verão

Logo de manhã e debaixo de um calor intenso, de um lado e do outro da estrada os jactos de água regam quilómetros de campos de milho.
Lindo mesmo foi contemplar os arco-íris que iam aparecendo quando a luz do sol incidia na água.
 
 
Sul do Tirol- Itália
Agosto de 2013
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:56
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 18 de Agosto de 2013

Outro destino

 

 

Desde o início do mês que estou na Suíça, país que conhecia em todas as estações excepto no Verão.
Este fim de semana dei um pulo até Itália, mais propriamente ao sul do Tirol, zona que há muito queria conhecer.
O verde, as montanhas, as casas e ruas enfeitadas com flores são em tudo idênticas ao que se vê na Suíça, a grande diferença, está na agricultura, onde pomares de maçãs, milho e vinha, são a perder de vista.
Um passeio inesquecível com paisagens sempre deslumbrantes, que a pouco e pouco colocarei aqui.
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Não há distância, há cami...

. Magic water

. A romântica Veneza

. Atravessamos?

. Aqui encontrei um sete

. Lago di Résia

. Arco-íris de Verão

. Outro destino

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds