Sábado, 29 de Abril de 2017

Estou perdida

IMG_7309a.jpg

Não sei para onde vou, nem onde estou, só sei que ainda sou.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags:

publicado por Existe um Olhar às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (45) | favorito (1)
|
Quarta-feira, 5 de Outubro de 2016

Vidas

vidas

 Quando me lamento, quando digo "raio de vida", quando quero mais e não tenho, quando me fogem os sonhos, quando tudo parece desabar, aparecem outras vidas que me acordam e fazem pensar: " que felizarda és tu mulher, de que te queixas?"

Torna-se leve a carga que se sabe levar bem.

Ovídio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags: ,

publicado por Existe um Olhar às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito (1)
|
Quinta-feira, 4 de Agosto de 2016

Jogada no lixo

Achei no lixo

Encontrei-a no lixo!
Rancorosa, olhar de inveja, mesmo sorrindo, disfarçando medos, senhora de um mundo que nunca lhe pertenceu.

Vagueou sem destino, sem rumo certo, sem norte...magoou, talvez tenha sido ferida, quem sabe!
Hoje tem apenas um canto no meio dos espinhos.
A lei do retorno é implacável, aquilo que semeou, hoje colheu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:40
link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito (2)
|
Domingo, 8 de Maio de 2016

Sou mais aquilo que em mim não é

IMG_0203a.jpg

Toda a parte mais inatingível de minha alma e que não me pertence - é
aquela que toca na minha fronteira com o que já não é eu, e à qual me dou. Toda
a minha ânsia tem sido esta proximidade inultrapassável e excessivamente
próxima. Sou mais aquilo que em mim não é.
E eis que a mão que eu segurava me abandonou. Não, não. Eu é que
larguei a mão porque agora tenho que ir sozinha.
Se eu conseguir voltar do reino da vida tornarei a pegar a tua mão, e a
beijarei grata porque ela me esperou, e esperou que meu caminho passasse, e
que eu voltasse magra, faminta e humilde: com fome apenas do pouco, com fome
apenas do menos.

 Clarice Lispector

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:34
link do post | comentar | ver comentários (51) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2015

O que um olhar pode mostrar?

 Dúvida? Incredulidade? Desconfiança? Surpresa? Talvez um misto de tudo, afinal é sempre difícil interpretar um olhar! Quando pensamos que tudo é transparente, vêm as acções que podem contradizer tudo o que possamos pensar.

 

“O que seria das palavras se o inventor da escrita houvesse compreendido o olhar?”
Aécio Oliveira

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 07:45
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito (1)
|
Terça-feira, 24 de Junho de 2014

Sedução

A vida esconde nos lugares mais simples sua grande beleza que revela qual o significado de porque persistimos em continuar vivendo. 

(Pablo Neruda)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Sábado, 13 de Julho de 2013

Chapéus há muitos


Os chapéus existem por causa da necessidade, mesmo que simbólica, de preservar  a parte mais nobre do Homem

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Abril de 2013

Tira-me uma foto?


“Treine seus olhos para capturar a história que seu cérebro quer contar.” 

 Vered Koshlano


E esta foto tem uma história:

Andava à beira Tejo de máquina sempre prontinha a disparar, quando dois casalinhos de namorados, vagueavam bem dispostos por ali.

Simpáticos, bem dispostos, aos beijos, rindo, dizendo graçolas e a certa altura , já não sabia se era eu que os andava a seguir se eles a mim, até que de repente uma delas pergunta-me:

-Tira-nos uma foto?

- Uma? só? eu tiro todas as que quiserem.

É raro encontrar alguém que goste de ser fotografado e se há motivo que gosto de fotografar são as pessoas.

Depois foi um clicar contínuo, fizeram pose, tirei a cores, a P&B e no final deixaram-me o mail para lhas enviar.

Podia aqui colocar muitas mais, mas estes olhos azuis, certamente não deixam ninguém indiferente

Namorado sortudo{#emotions_dlg.blink}

 

 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 19:28
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Novembro de 2012

Quem sou?

 

"a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou?
Bem, isso já é demais...."

(Clarice Lispector)
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 19:43
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2012

Construção na areia

 
 

Construir castelos na areia é fácil o difícil é prever as ondas.

Sandro Kretus
 
Praia da Vieira de Leiria
Agosto de 2012
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

MULHER É...

Sensualidade
 
Mistério
  
Coragem
 
 
 
 
Melancolia
 
"A vida de uma mulher é a história de seus afetos."
(Washington Irving )
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:25
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

A força de um olhar

 

 

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Vivem pros seus maridos
Orgulho e raça de Atenas

Quando amadas, se perfumam
Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas
Quando fustigadas não choram
Se ajoelham, pedem imploram
Mais duras penas; cadenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Sofrem pros seus maridos
Poder e força de Atenas

Quando eles embarcam soldados
Elas tecem longos bordados
Mil quarentenas
E quando eles voltam, sedentos
Querem arrancar, violentos
Carícias plenas, obscenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Despem-se pros maridos
Bravos guerreiros de Atenas

Quando eles se entopem de vinho
Costumam buscar um carinho
De outras falenas
Mas no fim da noite, aos pedaços
Quase sempre voltam pros braços
De suas pequenas, Helenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas:
Geram pros seus maridos,
Os novos filhos de Atenas.

Elas não têm gosto ou vontade,
Nem defeito, nem qualidade;
Têm medo apenas.
Não tem sonhos, só tem presságios.
O seu homem, mares, naufrágios...
Lindas sirenas, morenas.

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Temem por seus maridos
Heróis e amantes de Atenas

As jovens viúvas marcadas
E as gestantes abandonadas
Não fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Se conformam e se recolhem
Às suas novenas
Serenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Secam por seus maridos
Orgulho e raça de Atenas

 

(Chico Buarque)

 

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 22:15
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

Noutro lugar

 
 
D'outra vez, noutro lugar
ninguém espera junto ao cais
sem razão, barcos que não voltam mais
os dias vão sem te levar...

E tenho tanto a contar
hey, tens tanto para ver
Tens ainda de aprender
os nomes que te vou dar

Oh noutro lugar
para todo o sempre
Oh há uma canção
que faz partir
Oh noutro lugar
para sempre, sempre
Oh, há uma canção
que está por descobrir
Vem...

D'outra vez noutro lugar
os anos passam sem pesar
sem razão, vão em busca da canção
que ficámos de cantar...

E tenho tanto por contar
hey, tens tanto para ver
Tens ainda de aprender
os nomes que dei ao mar

Oh noutro lugar
 
( Sétima Legião)
 
 
 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:07
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2011

Longe do mundo existe outro olhar

 
 

Eu não sei se vais ouvir-me
Se estás ai ou não
Eu não sei se compreendes
Esta oração

Se eu p'ra ti sou uma estranha
Que o coração perdeu
É ao ver-te que eu pergunto
Se ja foste como eu


Longe do mundo, perto de ti
Peço conforto de quem eu fugi
Perdida, esquecida eu oro a ti
Longe do mundo mas perto de ti

Peço conforto e nada mais
Na voz dos que sofrem padecem sinais
Vêm de longe e chegam por fim
Quem vai ouvi-los? quem sofre assim?

Eu não sei se vais lembrar-te
De um coração tão só
Coração tão vagabundo
Que perde, chora, todos os dias

Longe do mundo mas perto de ti
Peço conforto de quem eu fugi
Venho de longe e chego por fim
Quem vai ouvir-me chama assim
Perdida, esquecida, aqui ao orar
Longe do mundo mas perto de ti...

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 08:30
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010

Mulher estátua em Tomar

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 23:47
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Estou perdida

. Vidas

. Jogada no lixo

. Sou mais aquilo que em mi...

. O que um olhar pode mostr...

. Sedução

. Chapéus há muitos

. Tira-me uma foto?

. Quem sou?

. Construção na areia

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds