Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017

Restos de colecção

IMG_8805a (1).jpg

 

Aguarda-se um novo desfile para ficarmos a saber as tendências da próxima estação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
tags: ,

publicado por Existe um Olhar às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2016

Despedida

IMG_8722a.jpg

As últimas folhas caiem, desnudam-se as árvores, tudo fica mais triste, mas é a eterna renovação, um dia voltarão a florir.

" Troque suas folhas, mas não perca suas raízes, mude de opinião, mas não perca seus princípios".

Víctor Hugo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 16:36
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito (3)
|
Terça-feira, 29 de Novembro de 2016

O que é a natureza?

AEWr0oK7mOjgBz8JGTpN

 

 

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é.
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem por que ama, nem o que é amar...

Alberto Caeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 02:02
link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito (2)
|
Quinta-feira, 6 de Outubro de 2016

Contrastes

IMG_0093.JPG

Tal como na vida a natureza mostra-nos as diferenças entre o que é agradável à vista e as agruras que desejamos colocar de lado.

O Outono já aí está, ao lado a aridez da montanha, duas realidades tão certas, mas que nos deixam a pensar como o mundo nos dá exemplos das nuances que devemos aceitar.

 

Como contraste com o sublime, o grotesco é, em nossa opinião, a fonte mais rica que a natureza pode oferecer.

Victor Hugo

 

 

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 14:34
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito (2)
|
Sábado, 17 de Outubro de 2015

Alerta vermelho

Alerta vermelho

O vento soprava, o portão batia, os caixotes voavam, a senhora que passou com o guarda chuva vermelho atirou-o fora, quando já não conseguia dominá-lo. Felizmente eu estava abrigada a assistir à barafunda.

Não foi ainda decretado alerta vermelho, mas o vento não pára de assobiar e já se limpam estradas depois de muitos ramos de árvores terem caído.
Será o Inverno que chega, ou o outono mais molhado que dá um ar da sua graça?!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

A minha luz de Outono

 

A hora vai mudar, com muita pena minha, os dias vão escurecer mais cedo e quando a noite chega o meu candeeiro faz-me companhia, fazendo com que o entardecer não fique tão tristonho.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

Já não há andorinhas nos beirais

Fica a certeza que na próxima Primavera elas voltarão, porque tudo tem um tempo para acontecer.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:53
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Dezembro de 2013

Outono abençoado

Quando algo acabar ou simplesmente for embora 
lembre-se que as folhas do Outono não caem 
porque que querem..
Mas sim porque chegou a hora!

Karol Correia


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 08:30
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

O meu caminho no Outono

Sei como voltar:
as cores do meu outono
desenham caminhos.

Yberê Líbera
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

Caiu aqui

Sorriso audível das folhas,
Não és mais que a brisa ali.
Se eu te olho e tu me olhas,
Quem primeiro é que sorri?
O primeiro a sorrir ri.

Ri, e olha de repente,
Para fins de não olhar,
Para onde nas folhas sente
O som do vento passar.
Tudo é vento e disfarçar.

Mas o olhar, de estar olhando
Onde não olha, voltou;
E estamos os dois falando
O que se não conversou.
Isto acaba ou começou

Fernando Pessoa
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 01:15
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Outubro de 2013

Nem a morte nos separa

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata....

Carlos Drummond de Andrade
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Domingo, 6 de Outubro de 2013

Coisas que o Outono nos traz


Outras cores, outros brilhos, uma nova paleta onde se perde o nosso olhar e os primeiros cogumelos aninham-se nos velhos troncos das árvores.

 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 21:11
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Outubro de 2013

Quando chega o Outono


Já fui verde, viçosa, quando a Primavera dominava os meus dias.

Hoje , curvada, com a passagem do tempo

Aceito a efemeridade da vida, em que o Outono

me fez curva, a definhar e já sem brilho.

Esperam-me outros tempos em que sei que morrendo, um dia renascerei.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:38
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012

Não posso cuidar de ti

CANÇÃO DE OUTONO

Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.

De que serviu tecer flores
pelas areias do chão,
se havia gente dormindo
sobre o própro coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando áqueles
que não se levantarão...

Tu és a folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...

Cecília Meireles
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2012

Antes de dizer adeus

 

As folhas das árvores balançaram
Com o desespero das flores murchas
Caídas abaladas solitárias
As folhas choraram a tristeza de um dia frio
Pela ausência do calor difundido
Com bela aguarela do campo
caindo e se enterrando
No solo coberto pelo aveludado
Amor que as folhas deixaram
Antes de dizer adeus

(Rafael do Val)
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 10:36
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 14 de Outubro de 2012

O Outono em pessoa

Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

(Pablo Neruda)
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 19:10
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2012

A caminho de casa


 

 


 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 18:38
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sábado, 29 de Setembro de 2012

A gente olha e pensa

 
“A gente olha e pensa: Quando aperto ? Agora? Agora? Agora?
Entende? A emoção vai subindo e, de repente, pronto. É como um orgasmo, tem uma hora que explode. Ou temos o instante certo, ou o perdemos…e não podemos recomeçar…”
(Cartier Bresson)
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 20:02
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011

As cores que o Outono pintou

 
 
 
Jardim da Gulbenkian
Dezembro de 2011
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Gosto do Outono

Gosto do outono porque ele é frio suficiente para refrescar o calor...
E é quente o suficiente para aquecer o frio!

(Lidiane Araújo Mejozebato)
 
Não sei como isto se chama, encontrei junto de uma árvore no parque, tinha a textura de finas folhas de madeira talhadas.
 
No jardim do Parque das Caldas da Rainha
Setembro e 2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 01:22
link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
|
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 226 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Restos de colecção

. Despedida

. O que é a natureza?

. Contrastes

. Alerta vermelho

. A minha luz de Outono

. Já não há andorinhas nos ...

. Outono abençoado

. O meu caminho no Outono

. Caiu aqui

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds