Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Quinta da Regaleira- Poço iniciático

 Há muito que andava para visitar a Quinta da Regaleira, escolhi fazê-lo com guia, o que é um inconveniente para quem quer tirar fotos com calma. Se não fosse o calor, teria voltado para trás e tirado mais fotografias e talvez com mais qualidade.

Começo pelo Poço Iniciático um dos pontos altos da visita.

Uma galeria subterrânea com uma escadaria em espiral, sustentada por colunas esculpidas, por onde se desce até ao fundo do poço. A escadaria é constituída por nove patamares separados por lanços de 15 degraus cada um, invocando referências à Divina Comédia de Dante e que podem representar os 9 círculos do inferno, do paraíso, ou do purgatório. Segundo os conceituados ocultistas Albert Pike,René Guénon e Manly Palmer Hall é na obra 'A Divina Comédia' que se encontra pela primeira vez exposta a Ordem Rosacruz. No fundo do poço está embutida em mármore, uma rosa dos ventos (estrela de oito pontas: 4 maiores ou cardeais, 4 menores ou colaterais) sobre uma cruz templária, que é o emblema heráldico de Carvalho Monteiro]] e, simultaneamente, indicativo da Ordem Rosa-cruz

O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrada na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Palácio da Pena

Palácio da Pena

Palácio da Pena

 Todos os que passam por aqui, sabem que gosto de viajar, seja lá fora ou cá dentro e continuarei a fazê-lo desde que tenha disponibilidade e algum dinheiro.
O facto de colocar aqui fotos das minhas viagens , não me impede de conhecer Portugal, o meu país maravilhoso e que não fica a dever nada à beleza do que vou vendo lá por fora.
Hoje deixo aqui dois apontamentos fotográficos do fabuloso Palácio da Pena em Sintra.

Podia deixar muitas mais tanto do interior como dos jardins envolventes, isto é para quem não conhece, ficar com vontade de visitar. Vale a pena de verdade.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Palácio de Monserrate

 

 

 

 O Palácio de Monserrate é um palácio inserido no Parque de Monserrate situado em São Martinho de Sintra. O palácio foi projectado pelo arquitecto James Knowles e construído em 1858, por ordem de Sir Francis Cook, visconde de Monserrate, enquanto a elaboração dos jardins foi entregue ao pintor William Stockdale, ao botânico William Nevill, e a James Burt, mestre jardineiro. Este palácio que foi a residência de Verão da família Cook, foi construído sobre as ruínas da mansão neo-gótica edificada pelo comerciante inglês Gerard de Visme, que possuiu a concessão da importação do pau-brasil em Portugal e foi o responsável pelo primeiro palácio de Monserrate. William Beckford alugou a propriedade em 1793, realizando obras no palácio, começando a criar um jardim paisagístico.

# Mais tarde colocarei fotos do jardim

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

No caminho estão as pedras

No caminho estão as pedras.
Do caminho são as pedras.

Elas podem servir de defesa,
Também como ataque podemos usá-las.
Podem dificultar nossos passos.
Mas se forem bem dispostas no chão,
Servirão de tapetes aos pés.

Não têm vida nem sentimentos,
São apenas instrumentos
Do bem ou do mal. Machucam-nos, se nos atiram,
E feridos que faremos?
Podem, porém ser alicerces
Para o mundo que construiremos,
Ou para calçar a estrada em que passaremos.
Quando temos alegria, nem notamos,
Por cima delas passamos, as pedras!
Quando nos sentimos sós, a prova aumenta nossa dor,
Parece a testar nosso ardor.
Inertes, imóveis, gélidas,
Nos provocam a fé ou desespero.
Mas elas continuam mesmo assim no caminho.
 (Josias Souza)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vamos a pé ou a cavalo?

Caminhar com bom tempo, numa terra bonita, sem pressa, e ter por fim da caminhada um objetivo agradável: eis, de todas as maneiras de viver, aquela que mais me agrada.

Jean-Jacques Rousseau
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Foi num dia de verão

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.
Ás vezes brilha o sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.
Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:
Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.
(William Shakespeare)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

São de pedra menina, são de pedra...


Eu avisei, mas ela teimosa, ainda foi certificar-se se eram mesmo{#emotions_dlg.tongue}

 

Estátua em Sintra

Maio de 2013

 

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A descer...


...todos ajudam!

 

Sintra

Abril de 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nem sempre há sorrisos

             "É preferível a tristeza de quem suporta a iniquidade do que a alegria de quem a comete."
           (Santo Agostinho)

 
Mulher egípcia na feira medieval em S. Pedro de Sintra-Julho de 2010
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D