Sábado, 14 de Junho de 2014

Tiro ao alvo

No início não percebi o porquê de uma fila de balões junto ao mar, depois reparei, que em frente estava um senhor sentado de caçadeira em punho a tentar acertar-lhes.
"A imaginação é mais importante que o conhecimento"
Albert Einstein

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 22:25
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De DyDa/Flordeliz a 15 de Junho de 2014 às 02:16
Tenho algures uma foto de balões na praia.
Uma jovem mãe com a sua criança bebé brincava com balões coloridos. Parecia uma cena saída de um filme.
Uma ternura...
É nestas ocasiões que apetece ser inseto para não quebrar a magia do momento.


De Existe um Olhar a 15 de Junho de 2014 às 21:29
Sabes que até eu, caso houvessem por ali pedrinhas me apeteceu atirar a ver se acertava...somos eternamente crianças

Beijos


De Joana a 15 de Junho de 2014 às 11:57
Espero que o homem não tenha acertado em nenhum peixe.


De Existe um Olhar a 15 de Junho de 2014 às 21:30
A água era tão suja que por ali não havia peixe que sobrevivesse.

Beijos Joana


De jabeiteslp a 15 de Junho de 2014 às 15:34
Chumbinhos de uma pressão de ar...que espero
não confunda as cores com algum bikini ou calções...


Feliz e belo Domingo
beijinhos


De Existe um Olhar a 15 de Junho de 2014 às 21:31
Eram mesmo chumbinhos de pressão de ar, ali não havia hipótese de ver alguém descapotável

Boa semana João

Beijos


De Ana Freire a 15 de Junho de 2014 às 19:28
E assim se declara que abriu a época da caça aos peixes... e provavelmente, já se caçam lebres com cana de pesca, e eu não sei de nada...
Se a moda pegar por cá... talvez se possam acrescentar umas carinhas nos balões... das personagens mais populares, que por cá metem água...
Uma situação bem apanhada, Manu, e que resultou numa foto diferente, com uns contrastes de cores e reflexos impecáveis.
Beijinhos.
Um óptimo final de domingo
Ana


De Existe um Olhar a 15 de Junho de 2014 às 21:35
Por ali não havia hipótese de caçar fosse que peixe fosse, a água era tão poluída que fazia impressão. Eram centenas de barcos a aportar por ali e um grande pivete a combustível.
Nessa de colocar carinhas nos balões eu alinho, com a água que metem, creio que acertávamos neles todos.
Obrigada Ana.
Uma óptima semana para ti.

Beijos


De Elisa Fardilha a 15 de Junho de 2014 às 20:18
A frase é perfeita!

A foto está excelente. Os reflexos dos balões na água estão um luxo.

Tão simples e tão bela foto! Parabéns!

Beijinhos.


De Existe um Olhar a 15 de Junho de 2014 às 21:37
Muito obrigada Elisa.
Surpreenderam-me tantos balõezinhos na água e no ínicio até nem percebi para que serviam, até o senhor deu um tiro e até dei um pulo, assustei-me a sério, não estava nada à espera.

Beijos Elisa


De Alexandra Rosa a 16 de Junho de 2014 às 14:52
Boa forma de treinar tiro ao alvo, e de fazer com que alguém treine "tiro à fotografia" :)


De Existe um Olhar a 16 de Junho de 2014 às 20:11
foi mesmo isso, um tiro que aproveitei, mas apeteceu-me dar uma atiradela se houvesse ali uma pedrinha por perto.

Beijos Alexandra


De Remus a 16 de Junho de 2014 às 15:00
Afinal sempre andavam a dar tiros as balões!!!
Só errei na terra e no tamanho dos balões.


De facto é uma fotografia/momento inusitado. É como se os peixes tivessem a dar uma festa e estes balões fossem uma das decorações.

A "escuridão" das águas, valorizou e realçou as cores vivas dos balões. Resultou muito bem.

E no final dessa história, o homem sempre acertou ou não nos balões todos?



De Existe um Olhar a 16 de Junho de 2014 às 20:17
A premonição do Remus chegou quase lá
Já peixes, duvido que algum sobrevivesse naquelas águas, tal a poluição, eram centenas de barcos a largar combustível e a impestar as águas.
O homem apontou, atirou e acertou e eu apanhei um susto , porque antes de o ver com a caçadeira e refastelado numa cadeira vi primeiro os balões. Haja imaginação!

Beijos Remus


De numadeletra a 16 de Junho de 2014 às 19:21
Quem acertou em cheio foste tu, Manu... com esta foto tão bonita.


De Existe um Olhar a 16 de Junho de 2014 às 20:18
Momentos que surgem sem serem premeditados e que eu tento aproveitar.
Muito obrigada.

Beijos


De meninaquenaosabenada a 27 de Junho de 2014 às 21:36
É preciso ter muita imaginação para pensar numa ideia assim!! O texto ilustra muito bem a fotografia!! Beijinhos!!


De Existe um Olhar a 3 de Agosto de 2015 às 17:04
Por vezes acontece, ou estamos mais atentas.
Muito obrigada!


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds