Sábado, 21 de Fevereiro de 2015

Um estendal nas muralhas?!

Óbidos uma vila medieval tem certas regras que são obrigatórias para que continuemos a vê-la com o encantamento de sempre.

As ruas calcetadas, telhados só com telhas de canudo, casas pintadas de branco, só é permitido circular nas ruas moradores com dístico dado pelo município. Foram criados parque de estacionamento no exterior para que os milhares de turistas que a visitam possam admirar cada recanto desta vila encantada.

Um dia destes, qual não é o meu espanto, quando ia a sair, vi mesmo um estendal encostado às muralhas.

Será que os fiscais nesse dia estavam de folga?

Espero que esta imagem não se repita e continuemos a ver Óbidos sem acessórios dependurados.

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

publicado por Existe um Olhar às 13:51
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De chica a 21 de Fevereiro de 2015 às 14:52
Realmente, tomara que não liberem coisas assim e que tudo possa permanecer como antes. Porém ,para a foto, ficou fantástica!! beijos, lindo fim de semana,chica


De Existe um Olhar a 21 de Fevereiro de 2015 às 14:58
Eu espero que tenha sido uma excepção e que olhares destes não se repitam.
Muito obrigada pelo seu apreço.
Bom fim de semana para você.

Beijos Chica


De batidasfotograficas a 21 de Fevereiro de 2015 às 20:17
Vale mais um estendal do que automóveis estacionados junto dos monumentos. Em muitos lugares, permitiram a construção de habitações encostadas as muralhas. Algumas coisas estão a mudar mas ainda falta muito!
Uma excelente foto.
Bj


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:31
Na verdade muita coisa deveria ser alterada, mas nalguns casos já é impossível fazê-lo uma delas as construções junto das muralhas que têm desfigurado completamente a vila já que a arquitectura destoa do resto do conjunto.
A questão dos estacionamentos e do trânsito tem melhorado substancialmente e hoje já se pode vaguear pelas ruas dentro do espaço amuralhado sem que sejamos incomodados pelo constante passar dos carros.
Muito obrigada pelo apreço.

Beijos


De anonimo a 21 de Fevereiro de 2015 às 22:34
tem muita razão mas quem está a errar bastante é a camara de Obidos pois deixa tapar com barracas os seus encantos naturais por todas as ruas só se ve barracas e tabuas e atras do castelo barracas e tabuas todo o ao a tapar os encantos da vila ,é de admirar como não reparou no principal ?


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:39
Trabalhei alguns anos nesta vila, sei que há muita coisa que está a destoar e tem toda a razão quando fala nas barracas que proliferam sobretudo na cerca do castelo.
Esclareço ainda que reparo em tudo o que me desagrada e o que me dá gosto ver e fotografar, mas este blog não tem como objectivo expor o que não gosto de ver em Óbidos, se viu outras fotos, certamente reparou que coloco fotos variadas.
Aproveito para fazer uma sugestão, crie um blog e coloque tudo o que não gosta de ver nesta bonita vila.


De Roadrunner a 21 de Fevereiro de 2015 às 23:42
Bem, no fundo o estendalzinho também é tipicamente português... as roupas estendidas é que deviam ser mais... medievais!

Saudações!


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:46
Se o estendal tivesse umas fatiotas de serapilheira, até que fazia sentido, sobretudo na altura do mercado medieval, em Julho.
Apesar de não ser agradável de ver mesmo junto de uma estrada onde circula muita gente, achei piada e não quis deixar escapar.

Saudações modernas!


De Rute a 22 de Fevereiro de 2015 às 00:16
eheheheheh... muito original, sim senhora! À 1ª vista é desconcertante, mas depois percebe-se logo que foi uma oportunidade única, que não voltas a ver outra coisa igual. é por estas e por outras que eu devia andar sempre com a minha máquina atrás! confesso que adorei:)

Beijinhos, Manu


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:50
Sabes como são as nossas malas?...levam tudo e como arranjei uma máquina leve e de fácil manuseamento, anda sempre comigo e nem foi preciso sair do carro. Achei um piadão ao estendal, embora ache que aquele não era o local mais apropriado para o fazer.
Há momentos imperdíveis e este foi um deles, ainda bem que gostaste e que te arrancou um

Beijinhos Rute


De l'angevine a 22 de Fevereiro de 2015 às 08:52
superbe ces vêtements si ternes en plus qui sont étendus


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:52
Merci pour votre agréable comentaire.

Salue


De Elisa Fardilha a 22 de Fevereiro de 2015 às 14:48
Inadmissível!

Olhando pelo lado positivo, a falta de civismo originou esta bela e única foto!

O contraste entre a pedra e a cor da roupa é belíssimo.

Beijinhos.,



De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:57
Uma foto tirada durante um fim de semana, talvez por isso alguém mais afoito e que sabe que os fiscais não andam por ali se atreveu e aproveitou para estender as roupitas junto das muralhas e eu também um pouco descarada , não perdi esta oportunidade de registar.
Muito obrigada!

Beijos Elisa


De Ana Lúcia a 22 de Fevereiro de 2015 às 15:07
:) Mas deu origem a uma foto fora do habitual nessa vila.


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 16:58
Eu também achei pouco normal e não quis desperdiçar este click.

Beijos Ana Lúcia


De Paulo César Silva a 22 de Fevereiro de 2015 às 20:41
mesmo na idade medieval era necessário secar a roupa! até era melhor pendura-la nas ameias, pois secava mais rápido devido ao vento! mas a imagem ficou bem interessante!


De Existe um Olhar a 22 de Fevereiro de 2015 às 21:28
E como não havia molas , deviam prendê-las com pedras, mas segundo o que li eles nem se lavavam, a não ser quando apanhavam alguma chuvada
Imagina o cheiro nauseabundo que saía daqueles corpinhos.
No século XVII, sei que não tomavam banho porque tinham medo que a água lhes entrasse pelos poros e morriam afogados, para já não falar das brutais cabeleiras que serviam para esconder os bichinhos que povoavam aquelas cabecinhas.
Este paleio todo a próposito de um simples estendal

Beijos Paulo


De numadeletra a 23 de Fevereiro de 2015 às 10:14
Portugal no seu melhor tem roupa a secar em todo o lado... até nas muralhas :-)

Beijo


Comentar post

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

.Quem me segue

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 227 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

19
22
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Hoje vou meter água

. Quem sou eu?

. Porta número 8

. O templo dourado

. Caíram desamparadas

. Fui lá...

. Tudo ao contrário

. Há pano para mangas

. Eu quero uma casa no camp...

. A descer

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O regresso

. A MORTE e as PENAS.

. As cores do tempo

. ...Ah e tal são meras Teo...

. O cheiro da luz

. Um Livro, Uma Imagem

. A verdadeira história de ...

. CARTA À MINHA AMIGA INÊS

.links

.Lista de links

.Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds