Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Faz de conta

Setembro 17, 2010

Existe um Olhar

Não preciso me drogar para ser um gênio;
Não preciso ser um gênio para ser humano;
Mas preciso do seu sorriso para ser feliz.

 
Em Paris- Setembro de 2010
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Janelas coloridas

Setembro 17, 2010

Existe um Olhar

Janelas em Paris- Setembro de 2010
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidado ao atravessar

Setembro 16, 2010

Existe um Olhar

A Deco se visse isto não reprovava tantas passadeiras{#emotions_dlg.lol}
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amadurecendo

Setembro 16, 2010

Existe um Olhar

A vitalidade se revela não apenas na capacidade de persistir, mas também na de começar tudo de novo.
Francis Scott


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vamos embora

Setembro 14, 2010

Existe um Olhar

Há sempre uma altura em que temos de partir
Não importa para onde nem quando
Novos caminhos, outros destinos, novas estações
Um novo dia e o brilho de cada momento que pode definir uma vida
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gosto do mar de Setembro

Setembro 14, 2010

Existe um Olhar

Gosto deste mar que me acalma
Gosto de voltar
 
Praia do Rio Cortiço-Óbidos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminhando

Setembro 07, 2010

Existe um Olhar

Ando devagar, mas nunca ando para trás.

(Abraham Lincoln)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O som do silêncio

Setembro 06, 2010

Existe um Olhar

Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível, é a música
(Aldous Huxley)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ainda há rosas por aqui

Setembro 05, 2010

Existe um Olhar

Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim.
Rosas verá, só de cinzas franzidas,
mortas, intactas pelo teu jardim.
Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim.
(Cecília Meireles)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tudo quanto vive, vive porque muda

Setembro 04, 2010

Existe um Olhar

Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida.

Fernando Pessoa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lista de links

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D