Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Berlengas são reserva mundial da Unesco


Existe um Olhar

30.06.11

A UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura atribuiu a classificação de Reserva Mundial da Biosfera ao arquipélago das Berlengas.

Há muito que não vou às Berlengas, limito-me a olhá-la de longe e a interpretar alguns sinais que me vai dando...quando está extremamente nítida é sinal que a chuva não tarda, quando coberta com uma fina névoa e mal se vê é calor pela certa.

Fiquei contente ao ler a notícia e saber que o mundo vai olhar para este arquipélago com outros olhos.

Eu sei, mas não devia


Existe um Olhar

29.06.11

 

 

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.
A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos
e a não ter outra vista que não seja as janelas ao redor.

E porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora.
E porque não olha para fora logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas.
E porque não abre as cortinas logo se acostuma acender mais cedo a luz.
E à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

(Marina Colasanti)

 

Janelas da aldeia de S. Simão

Castanheira de Pêra

Junho de 2011

Aqui lavo as minhas mãos


Existe um Olhar

27.06.11

          Mãos duras, enrugadas           

calejadas, marcadas...

Mãos finas, esguias e tratadas.

Mãos que falam, acariciam e pedem...

Pedem ternura e afagos.

Mãos que dão e que tiram

tiram vidas, tiram sonhos...

Mãos atadas, feridas,

entrelaçadas e presas

noutra mão.

Mãos estendidas

num pedido de socorro

silenciado por outras mãos.

Mãos que criam , que divertem

que sorriem.

Mãos que encantam

que rezam

que tratam e se cruzam.

Mãos que dizem adeus

e um dia sem esperar

voltarão para tocar

noutra mão...

naquele rosto...

que um dia se perdeu.

 

(Manu)

 

Porque os outros se mascaram mas tu não


Existe um Olhar

25.06.11

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não.

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Poque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Breyner

Uma entre tantas


Existe um Olhar

24.06.11

 

Flor do jardim, 
flor que deveria 
ser da primavera,
mas que preferiu 
enganar as estações.
Leve flor carregada 
pelo vento.
E nele desliza 
como que em 
delicada dança,
Flor que teve por par a brisa.
Brisa que acalmou o vento,
do som que se escondia no silêncio,
dos segredos que, embora ditos,
somente foram ouvidos 
pelos que tinham ouvidos de ouvir,
pois que escutavam 
com a alma, 
pois que conheciam 
os caminhos do coração.
Flor que é 
delicadeza no botão,
e esplendor 
no seu momento mágico.
Flor que decora 
o circo da vida, 
onde os pecados
convivem com as virtudes, 
onde o perdão os liberta,
e os transforma 
em sementes renovadas.
(Gilberto Brandão Marcon)

Campo de gladíolos no litoral alentejano

Junho de 2011

Iluminando o amanhecer


Existe um Olhar

23.06.11

Levanta a cortina dos teus olhos
Contempla a maravilha do amanhecer
A vida é uma criança,
esperta, bonita, inteligente
Passa correndo, é preciso ver
Acredita, enquanto há tempo:
não existe dor sem alento
nem tristeza tão longe da alegria
quando a luz de cada dia,
acende a vida,
iluminando o amanhecer
Não vacila, toma posse
da imensa alegria de viver.

(Ivone Boechat)

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

links

Contador de visitas

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D