Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Cabine de Leitura


Existe um Olhar

30.09.18

20180929_152704.jpg

 Gostei muito de ver uma cabine telefónica em Leiria, transformada numa pequena biblioteca.
Não abri , nem vi que livros lá estavam, mas lembrei-me do último livro que li e que devorei avidamente num dia.

Sinopse:

Cebola crua com sal e broa do Miguel Sousa Tavares

Rasgar o que não interessa


Existe um Olhar

28.09.18

IMG_8008 (1).JPG

 

 Não adianta só virar a página, por vezes é preciso rasgá-la.

 

Unidos para sempre


Existe um Olhar

27.09.18

20180904_012628 (1).jpg

 

Um dos muitos túmulos que existem no mosteiro da Batalha é o de D. João I e de D. Filipa de Lencastre, que fotografei.
Surge pela primeira vez neste monumento um panteão familiar, onde podemos observar:

Na parede de fundo, no lado sul, estão os túmulos, do 2º quartel do século XV, dos filhos destes reis, a “ínclita geração” como lhes chamou Camões.

Dignos de serem observados encontram-se ainda o túmulo do Infante e Regente D. Pedro e sua mulher Isabel de Urgel, duquesa de Coimbra; de D. Henrique, o Navegador e Mestre da Ordem de Cristo (com estátua jacente); do Infante D. João, mestre da Ordem de Santiago e sua esposa D. Isabel; de D. Fernando, mestre da Ordem de Avis, que morreu com fama de santo, no cativeiro de Fez.

De princípios do século XX são as três arcas funerárias, mandadas fazer pelo Rei D. Carlos I, que se encontram no lado poente da Capela. Aqui estão sepultados, da esquerda para a direita: O rei D. Afonso V, neto de D. João I, o rei D. João II, filho de D: Afonso V; e, finalmente, o príncipe herdeiro D. Afonso, filho de D: João II, morto precocemente, em 1491, num acidente a cavalo na região de Santarém.

 

 

Brincando com a objectiva


Existe um Olhar

25.09.18

_MG_0431.JPG

Para não parecer um árvore como tantas outras, resolvi brincar com a objectiva e saiu isto

De volta ao parque


Existe um Olhar

23.09.18

20180912_230513 (2).jpg

 Os dias estão nublados a oeste, resta-me dar uma voltinha no parque da cidade, onde os reflexos aparecem e mostram o que parece estar escondido.

Quase Outono!


Existe um Olhar

20.09.18

gerês 589.jpg

 

 

Gosto do outono porque ele é frio suficiente para refrescar o calor...
E é quente o suficiente para aquecer o frio!

Lidiane Araújo Mejozebato

Um bom exemplo


Existe um Olhar

18.09.18

IMG_3175.JPG

 A natureza continua a dar-me bons exemplos de como é bom ser transparente

O Teixo (Taxus baccata )


Existe um Olhar

16.09.18

IMG_8142.jpg

 É uma árvore ou arbusto de folha perene, de porte pequeno, tronco erecto, que pode atingir um crescimento até 15 metros de altura. 

Distribuição geográfica:
 Originário da Europa, Norte de África e Sudoeste da Ásia, o Teixo é uma espécie espontânea em Portugal, sobretudo na região norte e centro. Estamos perante uma espécie rara e muito bonita, mas que enfrenta o perigo de extinção no nosso país.


Utilização: 

A madeira do Teixo é muito resistente, dura e bastante flexível. Dadas a suas características físicas e mecânicas ímpares, a madeira desta espécie autóctone possibilita inúmeras utilizações: fabrico de arcos de flechas, arcos de violino (raízes), mobiliário, esculturas, etc... 

Acredita-se que os arcos de Robin dos Bosques eram fabricados a partir da madeira de Teixo.

É importante ter em conta que à exepção dos frutos, todas as partes desta espécie são tóxicas. A ingestão das suas folhas por animais, como por exemplo o cavalo, pode levar à sua morte. 

O Teixo prefere solos húmidos e calcários.
Este tronco fotografei-o na Serra da Estrela.

Luz e sombra


Existe um Olhar

14.09.18

20180901_143042.jpg

A luz entrou para quebrar a escuridão

Lançando as redes


Existe um Olhar

13.09.18

_MG_2978.jpg

 A coragem de ir por esse mar fora, mesmo sem a certeza de que valeu a pena o esforço.

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Lista de links

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D