Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

A lenda da tomada do castelo de Óbidos aos mouros


Existe um Olhar

20.09.17

IMG_9370 (1).JPG

 Foto minha

No seguimento dos desafios sobre lendas em que já participaram a Catarina mentora desta iniciativa e em que já participaram a Luisa, Papoila, Afrodite e Janita, também eu deixo a conquista de Óbidos pelos portugueses.

Decorria o ano da graça do Senhor de 1147 quando tropas comandadas por Gonçalo Mendes da Maia cercaram Óbidos.

No castelo vivia um alcaide mouro e sua filha.

Estava a ser complicado subir pela encosta íngreme, até que alguém se lembrou de se disfarçarem com ramos de árvores e pela calada da noite foram subindo.
Como estava uma noite agradável a princesa resolveu vir à janela e começou a gritar:
- Paizinho, paizinho, as árvores estão a andar!
- Disparate, minha filha, deve ser o vento, vá, vai dormir.

Passado um bocado ouve-se um grande estrondo, eram os portugueses que tentavam rebentar a porta.

O Alcaide apavorado ao ver as tropas portuguesas a entrar começou a gritar:

-Traição! Traição! Pensava ele que tinha sido traído por um dos dele, tal a dificuldade em atingir aquela porta que ainda hoje é conhecida por " Porta da Traição"
E assim Óbidos, segundo reza a lenda, foi conquistada a 11 de Janeiro de 1148.

Ps. Caros amigos e comentadores

Por motivos que me transcendem durante uns dias estarei ausente da blogosfera, espero retribuir logo que me seja possível visitar e comentar os vossos blogues. Até breve!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

links

Contador de visitas

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D