Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

A lenda da tomada do castelo de Óbidos aos mouros


Existe um Olhar

20.09.17

IMG_9370 (1).JPG

 Foto minha

No seguimento dos desafios sobre lendas em que já participaram a Catarina mentora desta iniciativa e em que já participaram a Luisa, Papoila, Afrodite e Janita, também eu deixo a conquista de Óbidos pelos portugueses.

Decorria o ano da graça do Senhor de 1147 quando tropas comandadas por Gonçalo Mendes da Maia cercaram Óbidos.

No castelo vivia um alcaide mouro e sua filha.

Estava a ser complicado subir pela encosta íngreme, até que alguém se lembrou de se disfarçarem com ramos de árvores e pela calada da noite foram subindo.
Como estava uma noite agradável a princesa resolveu vir à janela e começou a gritar:
- Paizinho, paizinho, as árvores estão a andar!
- Disparate, minha filha, deve ser o vento, vá, vai dormir.

Passado um bocado ouve-se um grande estrondo, eram os portugueses que tentavam rebentar a porta.

O Alcaide apavorado ao ver as tropas portuguesas a entrar começou a gritar:

-Traição! Traição! Pensava ele que tinha sido traído por um dos dele, tal a dificuldade em atingir aquela porta que ainda hoje é conhecida por " Porta da Traição"
E assim Óbidos, segundo reza a lenda, foi conquistada a 11 de Janeiro de 1148.

Ps. Caros amigos e comentadores

Por motivos que me transcendem durante uns dias estarei ausente da blogosfera, espero retribuir logo que me seja possível visitar e comentar os vossos blogues. Até breve!

20 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

links

Contador de visitas

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D