Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Sozinho em casa

28.08.13, Existe um Olhar
"Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão....tranqüilidade e inconstância, pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono. Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser.Não me limito , não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer...Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em (...)

Preto e branco...

21.08.13, Existe um Olhar
Preto e branco, claro e escuro, luz e escuridão...contrastes que fazem parte da vida, provocando um turbilhão de emoções, vividas umas com tristeza, algumas vezes alegria, outras de sonho, mas tudo acaba numa realidade que nos equilibra e nos faz acreditar na constante mudança a que estamos sujeitos e assim aprendemos evoluimos e aceitamos o que de bom ou menos bom nos é oferecido a cada momento. Ps. Tentei saber o significado desta espécie de botões colocados numa rotunda, mas (...)

A arte de Giger

04.01.12, Existe um Olhar
 Em frente ao museu da cidade de Chur, na Suíça existe no exterior uma escultura de Giger,  o criador do alienígena do filme “Alien” (filme americano dirigido por Ridley Scott), sua obra mais famosa e que lhe rendeu um oscar. Toda a biografia e algumas obras podem ser vistas aqui 4 de Janeiro de 2012     

Abram-se as portas

25.10.10, Existe um Olhar
Verdade A porta da verdade estava aberta, mas só deixava passar meia pessoa de cada vez. Assim não era possível atingir toda a verdade, porque a meia pessoa que entrava só trazia o perfil de meia verdade. E sua segunda metade voltava igualmente com meio perfil. E os meios perfis não coincidiam. Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta. Chegaram ao lugar luminoso onde a verdade esplendia seus fogos. Era dividida em metades diferentes uma da outra. Chegou-se a discutir qual a (...)
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue