Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Cheirar a luz das flores


Existe um Olhar

07.03.20

IMG_1745.JPG

„No jardim podemos cheirar a luz das flores e colher um ramo de sol

Os jardins são como os poros da pele, por onde uma cidade respira. Beber o aroma da terra, trincar a beleza das cores, afagar o invisível das brisas, retarda as rugas do tempo e o entardecer dos dias. É como inspirar vida“ 

Depois de copiar palavras que não são minhas, tenho que esclarecer que uma boa parte da minha tarde de domingo, foi passada a fotografar jardins de casas vazias e onde foi fácil entrar, sem ser preciso pular nenhum muro.
Esta é uma foto de um género de pinheiro que se usa para decorar as mesas de natal. 
Sei que devia colocar algo alusivo ao dia da mulher, mas como não alinho em dias disto ou daquilo, a natureza é o melhor que posso oferecer.

 

 

Serão lágrimas?


Existe um Olhar

14.04.19

 

IMG_8237 (1).JPG

 

 

...são gotas de água que cobrem as flores de diamantes, estes não têm preço.

Março florido


Existe um Olhar

04.03.19

IMG_7702.JPG

É a primavera a dar um ar da sua graça.
“Se pudéssemos ver o milagre duma simples flor, toda a nossa vida mudaria.” 
Buda

E se um desconhecido lhe oferecer flores?


Existe um Olhar

07.08.18

_MG_1609.JPG

Não foi o caso, porque não recebi flores.

Esta cena passa-se numa linha férrea no centro de Hanói, onde um comboio passa apenas ao meio dia e uma vez por dia.
A linha está ladeada por casas onde as pessoas fazem a sua vida normal, enquanto os turistas se vão divertindo enquanto esperam.
Pode-se beber qualquer coisa no meio da linha onde há banquinhos e cadeiras, ou então fazem poses como esta.

Passa o comboio à hora prevista e tudo desaparece, apenas os moradores ficam, continuando a sua vida normal.

De novo em Óbidos


Existe um Olhar

01.04.18

_MG_1722 - Cópia.JPG

Por aqui passeio entre ruas estreitas e empedradas contemplando as paredes caiadas de branco, de vasos dependurados nas janelas, das trepadeiras de flores que emolduram certas portas, dos telhados com telhas de canudo, das chaminés, das inúmeras igrejas, dos candeeiros e o meu encanto por esta vila é sempre o mesmo, como se fosse a primeira vez.
Talvez seja o tema mais fotografado neste blog, onde mostrei cenas do quotidiano, festivais de  chocolatemercados medievais ou Óbidos vila Natal, embora reconheça que alguns destes eventos já tiveram melhores dias.
Foi aqui que vivi 7 dos melhores anos da minha carreira profissional, daí talvez este meu sobe desce quase semanal por esta vila onde os motivos para fotografar nunca se esgotam

 

 

 

 

Eu quero uma casa no campo...


Existe um Olhar

06.11.17

IMG_8682a.jpg

 ...onde possa mexer na terra, sentir os cheiros, plantar e colher tudo o que gosto, devia ter muitas flores para que em cada amanhecer eu pudesse sentir o perfume da marca que mais gosto " Natureza".

Madressilva


Existe um Olhar

05.08.17

 

_MG_0480.JPG

 A madressilva é um arbusto que pertence à familia das plantas Caprifoliáceas. Esta planta tem a sua origem nas terras do continente europeu, na zona meridional.

O signíficado desta trepadeira relaciona-se diretamente com a fraternidade. É especialmente usada para expressar o amor sobretudo em laços de amizade ou de família.

 

 

Será que as flores sorriem?


Existe um Olhar

18.04.17

_MG_9301.JPG

Se às vezes digo que as flores sorriem
E se eu disser que os rios cantam,
Não é porque eu julgue que há sorrisos nas flores
E cantos no correr dos rios...
É porque assim faço mais sentir aos homens falsos
A existência verdadeiramente real das flores e dos rios.
Porque escrevo para eles me lerem sacrifico-me às vezes
À sua estupidez de sentidos...
Não concordo comigo mas absolvo-me,
Porque só sou essa cousa séria, um intérprete da Natureza,
Porque há homens que não percebem a sua linguagem,
Por ela não ser linguagem nenhuma.

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos

Simplesmente brilha


Existe um Olhar

24.03.17

 IMG_0916.JPG

Num dia, numa manhã, ou quando menos se espera, seja em que estação for, inunda de luz as flores e o mundo.

Enfeitando a vida


Existe um Olhar

02.01.17

KbQQhHLuYY9MCknn03qF

Nem todas as flores tem a mesma sorte, umas enfeitam a vida e outras enfeitam a morte.

Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.

Por mais independente que a pessoa seja, ela sempre vai precisar do ar pra viver. Sonhe com a vida, mas não perca a vida por um sonho.

Autor desconhecido

Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Lista de links

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D