Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Perdida no tempo

20.08.17, Existe um Olhar
    Esqueceu-se que o tempo tinha passado, ficou ali a lembrar o tempo em que era verde e jovem agarrada à mãe árvore. Lembrou as cores brilhantes, o viço dos dias de verão, o amarelo/alanrajado do Outono. Um dia uma brisa que passou fez com que se deprendesse da árvore e caiu, a partir daí passou a viver de sonhos e ilusões e desejou que o tempo voltasse para trás. Se ela me me ouvisse dir-lhe-ia uma frase de Sébastien-Roch Chamfort   "O prazer pode apoiar-se sobre a (...)

Caiu suavemente

27.10.14, Existe um Olhar
Antes que venha o Inverno e disperse ao vento essas folhas de poesia que por ai caíram, vamos escolher uma ou outra que valha a pena conservar, ainda que não seja senão para memória. "Folhas Caídas" de Almeida Garret    
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue