Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Castelo de Almourol

Janeiro 21, 2019

Existe um Olhar

IMG_6451.JPG

O Castelo de Almourol localiza-se na freguesia de Praia do Ribatejo, concelho de Vila Nova da Barquinha, distrito de Santarém, embora a sua localização seja frequentemente atribuída a Tancos visto ser a vila de onde se vislumbra melhor.

Erguido num afloramento de granito a 18 m acima do nível das águas, numa pequena ilha de 310 m de comprimento por 75 m de largura, no médio curso do rio Tejo, um pouco abaixo da sua confluência com o rio Zêzere, à época da Reconquista integrava a chamada Linha do Tejo, actual Região de Turismo dos Templários. Constitui um dos exemplos mais representativos da arquitectura militar da época, evocando simultaneamente os primórdios do reino de Portugal e a Ordem dos Templários, associação que lhe reforça a aura de mistério e romantismo. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Era uma vez...

Janeiro 11, 2018

Existe um Olhar

 

 

_MG_0159 (1).JPG

..um boneco que podia ser um menino, que vivia numa casa rodeada de árvores verdes e frondosas.
Não ligava a consolas, Tv ou Tm, o que ele gostava mesmo era de saltar de ramo em ramo, apreciar a natureza e por ali andava de manhã à noite até a mãe o chamar.
Um dia vieram os homens e queimaram tudo o que era verde.
O menino chorou, chorou, e pensou que iriam passar muitos anos até tudo ficar verde de novo.

Sentava-se triste a ver o negro da paisagem e desolado, ficou sem saber o que fazer.

Um dia resolveu plantar uma árvore e outra e outra, teve esperança que um dia tudo voltava a ser como  dantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao longe... o meu castelo!

Julho 27, 2015

Existe um Olhar

 O alcaide-mor da Blogosfera, Remus Sumer do blog Pontos de Vista resolveu chamar-me marquesa, mas enganou-se, desculpo-o porque o reinado dele já foi posterior ao meu quando rainha em Óbidos.

Passo a explicar:

Durante 7 anos fiz-me acompanhar pelas Rainhas, Santa Isabel, Catarina de Áustria e D. Leonor e contar a milhares de crianças de todo o país algumas das "estórias" da História desta vila encantada.

Óbidos foi Casa de Rainhas desde o reinado de D. Dinis até 1834. 

A rainha Santa Isabel foi a que mais tempo aqui passou e mandou construir fora das muralhas um hospital e casas para os leprosos, local designado por Gafarias.


D. Catarina de Áustria foi de todas a que mais obra fez e mandou construir um aqueduto e um chafariz para abastecer a vila de água que vinha de uma nascente de um aldeia vizinha, a Usseira. Teve 9 filhos, morreram todos antes dela, ficando apenas com o um neto, o rei D. Sebastião.

 

D. Leonor fundadora das misericódias (a primeira em Lisboa e a segunda em Óbidos) veio para esta vila chorar a morte do seu único filho, Afonso, que dizem ter morrido afogado nas águas do Tejo.

 

Durante a visita todas as três interagiam com as crianças e no final, junto do Castelo, hoje transformado em Pousada, a Rainha D. Leonor oferecia um pergaminho a comprovar a visita e que dizia assim:

 

Certifico que o menino Remus Sumer, visitou a "mui nobre e sempre leal vial de Óbidos" no dia 25 de Julho do ano da graça do Senhor de 2015

Assinado:
Rainha Manu de aquém e além mar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oh Elvas, oh Elvas!

Junho 18, 2013

Existe um Olhar

Ir a Elvas e não fotografar este aqueduto é quase pecado e quem gostar de história pode ler aqui toda a informação sobre este grandioso monumento.
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Era...uma vez

Dezembro 27, 2012

Existe um Olhar

 
O resto da história eu esqueci.
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lista de links

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D