Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Não é uma prisão

Maio 28, 2019

Existe um Olhar

IMG_6840.jpg

É apenas uma janela com uma parede decorada com quadradinhos, podiam ser florzinhas, bonequinhos, borboletas, ou outra coisas qualquer, se fosse enfeitada por mim rodeava-a de sol durante o dia e à noite enchia-a de estrelas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Janela com vista para o céu

Junho 26, 2018

Existe um Olhar

IMG_6708.jpg

 Fui espreitar e vi outras coisas que fizeram com que continue a achar que vivemos num mundo maravilhoso.

Eterna optimista, eu sei!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mudei as cortinas

Abril 20, 2018

Existe um Olhar

IMG_4326.JPG

 Quero andorinhas a esvoaçar em frente à minha janela, quero a primavera!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A janela indiscreta

Agosto 09, 2017

Existe um Olhar

IMG_4569a.jpg

 O que se vê depende sobretudo da forma como olhamos para elas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

De janela aberta para o menino Remus

Julho 25, 2017

Existe um Olhar

IMG_5973.JPG

 Hoje resolvi abrir ligeiramente a janela e digo ligeiramente porque anda por aqui uma ventania desgraçada, mas como vi aqui uma janela fechadinha eu resolvi ser do contra porque o menino Remus completa mais um aniversário, não sei ao certo quantos são, mas desconfio que devem ser 20 mais coisa menos coisa.
Parabéns Remus e faz favor de abrir a janela para vermos a festança que vai por aí. Prometo que não peço muito, um copito de espumante chega para brindar e desejar que todos os teus sonhos se concretizem e que continues com a tua boa disposição, bom humor e simpatia, por favor não mudes!
Parabéns! Tchim! Tchim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A velha janela

Julho 07, 2017

Existe um Olhar

IMG_4304a.jpg

 Apesar da janela estar velha, as cores indicam que o coração está em casa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Era uma vez um gato...

Maio 23, 2017

Existe um Olhar

IMG_3986 (3)a.jpg

...sempre que batia o sol na minha janela, vinha aninhar-se no parapeito.

Um dia resolvi abri-la e convidei-o a entrar. Armou-se em esquisito e fugiu.

Percebi então que era um bichano que prezava muito a sua liberdade e não queria prisões. Dias mais tarde reparei que me tinha trocado pelas janelas doutras vizinhas. -Caramba- pensei, nem os gatos são fiéis, pelo menos alguns, mas uma coisa têm em comum comigo, amam a liberdade.

 

"Querer ser livre é também querer livres os outros."

 Simone de Beauvoir

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quando se abre a janela

Dezembro 29, 2016

Existe um Olhar

_MG_5734.JPG

 

 Não basta abrir a janela
para ver os campos e o rio.
Não é o bastante não ser cego
para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma.
Com filosofia não há árvores: há idéias apenas.
Há só cada um de nós, como uma cave.
Há só uma janela fechada, e o mundo lá fora;
E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,
Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.

Alberto Caeiro

 * Para os meus amigos, desejo um feliz 2017, que todas as janelas se abram e consigam concretizar os vossos sonhos. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não basta abrir a janela

Junho 16, 2016

Existe um Olhar

Não basta abrir a janela

Não basta abrir a janela
para ver os campos e o rio.
Não é o bastante não ser cego
para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma.
Com filosofia não há árvores: há idéias apenas.
Há só cada um de nós, como uma cave.
Há só uma janela fechada, e o mundo lá fora;
E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,
Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.

Alberto Caeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Passaste sem olhar

Março 18, 2015

Existe um Olhar

 

Passamos pelas coisas sem as ver.

gastos, como animais envelhecidos

se alguém chama por nós nem respondemos,

se alguém nos pede amor não estremecemos,

como frutos de sombra sem sabor,

vamos caindo ao chão apodrecidos.

      (Eugénio de Andrade)

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Quem me visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lista de links

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D