Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Para mais tarde recordar

12.07.16, Existe um Olhar
Ninguém simplesmente fotografa. A fotografia vai além de conhecimento, vem da alma, do coração. Ultrapassa as vistas de quem vê e as veias de quem sente. Não, fotografia definitivamente não é moda, mania ou luxo. É ato antigo dos aventureiros. É descoberta para os amadores, prazer para quem gosta e amor para quem faz. Nataly Seckler

É neste mar que me embala...

30.05.12, Existe um Olhar
...onde a paz se faz de silênciosOnde o sonho se faz realidadeOnde a realidade  são momentosmomentos que existem e perduram num olharPara lá do tempo que é saudade, ternura e encantamentoque me deixam embalada no murmúrio das ondas deste mar S.Pedro de MoelMaio de 2012  

Sedução

06.02.12, Existe um Olhar
 São despojos de memórias nunca vividasSonhadas apenas em noites sem fimSão detalhesfantasias...Sonhos de que um dia viráNum momento talvez  fugazA sedução, o carinho a emoçãoDe ter a mim ligado um outro coração.     

Há sempre um rio a passar

14.12.11, Existe um Olhar
    Tão bom viver dia a dia… A vida assim, jamais cansa… Viver tão só de momentos Como estas nuvens no céu… E só ganhar, toda a vida, Inexperiência… esperança… E a rosa louca dos ventos Presa à copa do chapéu. Nunca dês um nome a um rio: Sempre é outro rio a passar. Nada jamais continua, Tudo vai recomeçar! E sem nenhuma lembrança Das outras vezes perdidas, Atiro a rosa do sonho Nas tuas mãos distraídas… (Mário Quintana) Momentos à beira TejoDezembro de 2011 

Momentos a P&B

19.10.11, Existe um Olhar
   Em meus momentos escuros Em que em mim não há ninguém, E tudo é névoas e muros Quanto a vida dá ou tem, Se, um instante, erguendo a fronte De onde em mim sou aterrado, Vejo o longínquo horizonte Cheio de sol posto ou nado Revivo, existo, conheço, E, ainda que seja ilusão O exterior em que me esqueço, Nada mais quero nem peço. Entrego-lhe o coração.(Fernando Pessoa)  
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue