Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Coordenadas

Novembro 26, 2019

Existe um Olhar

IMG_1203.JPG

Muito para além das tuas palavras

é no intervalo delas

na sedução do que não dizes
que descubro a luz de todos os verões
Para ver o rasto aveludado dos amores imperfeitos
a fazer o chão que me falta

e falta tanto chão, e casa também

não é o tempo que falta é o lugar.

Poema do livro " A permanência da memória nos dias de sal" de Isabel Pires

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vento que passas

Novembro 01, 2019

Existe um Olhar

_MG_0142.JPG

Vento que passas, leva-me contigo.
Sou poeira também, folha de outono.
Rês tresmalhada que não quer abrigo
No calor do redil de nenhum dono.
Leva-me, e livre deixa-me cair
No deserto de todas as lembranças,
Onde eu possa dormir
Como no limbo dormem as crianças.
Miguel Torga

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Água, doce água

Outubro 14, 2019

Existe um Olhar

IMG_0274.JPG

Água doce mata a sede,
Água doce é a que lava.
Cachoeira, rio ou fonte…
Só não pode ser salgada.

Tanto bate até que fura,
Diz ditado popular…
Cuida dela! Você jura?
Vamos economizar!

Evelyn Heine

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Voar, isso não dói

Outubro 05, 2019

Existe um Olhar

_MG_0240 (1).JPG

 

Voar com asa ferida?
Abram alas quando eu falo.
Que mais foi que fiz na vida?
Fiz, pequeno, quando o tempo
estava todo do meu lado
e o que se chama passado,
passatempo, pesadelo,
só me existia nos livros.
Fiz, depois, dono de mim,
quando tive que escolher
entre um abismo, o começo,
e essa história sem fim.
Asa ferida, asa ferida,
meu espaço, meu herói.
A asa arde. Voar, isso não dói.

Paulo Leminski

 

 
 
 
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

À beira Tejo

Junho 25, 2019

Existe um Olhar

IMG_8336.JPG

Aqui e além em Lisboa – quando vamos
Com pressa ou distraídos pelas ruas
Ao virar da esquina de súbito avistamos
Irisado o Tejo:
Então se tornam
Leve o nosso corpo e a alma alada

Sophia de Mello Breyner Andresen
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amo a natureza sem saber porquê

Abril 24, 2019

Existe um Olhar

IMG_8727.JPG

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos... 
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é. 
Mas porque a amo, e amo-a por isso, 
Porque quem ama nunca sabe o que ama 
Nem por que ama, nem o que é amar...

Alberto Caeiro

 

 
 
 
 
 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte de vida

Abril 07, 2019

Existe um Olhar

IMG_6688.JPG

Por isso creio
Cada noite no dia,
e quando tenho sede creio na água,
porque creio no homem.
Creio que vamos subindo
o último degrau.
Dali veremos
a verdade repartida,
A simplicidade implantada na terra,
O pão e o vinho para todos.
Pablo Neruda

 

 
 
 
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A ver o mundo

Fevereiro 26, 2019

Existe um Olhar

IMG_3143 (3)mundo-001.JPG

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve…

- mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes…

- palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

- que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando…

e um dia me acabarei.

Cecília Meireles

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O meu mundo

Janeiro 25, 2019

Existe um Olhar

IMG_3107.JPG

Mundo à
nossa medida
Redondo como os olhos,
E como eles, também,
A receber de fora
A luz e a sombra, consoante a hora

Mundo apenas pretexto
Doutros mundos.
Base de onde levanta
A inquietação,
Cansada da uniforme rotação
Do dia a dia.
Mundo que a fantasia
Desfigura
A vê-lo cada vez de mais altura.

Mundo do mesmo barro
De que somos feitos.
Carne da nossa carne
Apodrecida.
Mundo que o tempo gasta e arrefece,
Mas o único jardim que se conhece
Onde floresce a vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Bate a luz no cimo

Novembro 14, 2018

Existe um Olhar

_MG_4483.JPG

Bate a luz no cimo 
Da montanha, vê... 
Sem querer eu cismo 
Mas não sei em quê.... 

Não sei que perdi 
Ou que não achei... 
Vida que vivi, 
Que mal eu a amei !... 

Hoje quero tanto 
Que o não posso ter, 
De manhã há o pranto 
E ao anoitecer... 

Tomara eu ter jeito 
Para ser feliz... 
Como o mundo é estreito, 
E o pouco que eu quis ! 

Vai morrendo a luz 
No alto da montanha... 
Como um rio a flux 
A minha alma banha, 

Mas não me acarinha, 
Não me acalma nada... 
Pobre criancinha 
Perdida na estrada !... 

Fernando Pessoa, in 'Cancioneiro' 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links

Lista de links

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D