Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Abriu-nos a porta

19.02.19, Existe um Olhar
Estávamos em frente de um templo budista. Havia uma enorme escadaria, não se via ninguém, mesmo assim, arriscámos e subimos. Abriu-se uma porta de onde surgiu um monge budista com ar simpático, que nos convidou a entrar. Mostrou-nos todos os aposentos de uma enorme beleza e no final convidou-nos para tomarmos um chá com ele. Tinha um cão que já mostrei aqui e que se juntou a nós. Foi (...)

Bateram à minha porta

26.04.16, Existe um Olhar
Bateram à minha porta em 6 de agosto, aí não havia ninguém e ninguém entrou, sentou-se numa cadeira e transcorreu comigo, ninguém. Nunca me esquecerei daquela ausência que entrava como Pedro por sua causa e me satisfazia com o não ser, com um vazio aberto a tudo. Ninguém me interrogou sem dizer nada e contestei sem ver e sem falar. Que entrevista espaçosa e especial! (Últimos Poemas)

A caminho do castelo

28.09.15, Existe um Olhar
"Mas como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos. Em construir castelos sem pensar nos ventos." Caio Fernando de Abreu  Visitei o castelo de Ourém, uma agradável surpresa, por falta de tempo hoje deixei apenas um apontamento, mais tarde chegarão outras imagens desta magnífica edificação.
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue