Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

O Teixo (Taxus baccata )

16.09.18, Existe um Olhar
 É uma árvore ou arbusto de folha perene, de porte pequeno, tronco erecto, que pode atingir um crescimento até 15 metros de altura.  Distribuição geográfica: Originário da Europa, Norte de África e Sudoeste da Ásia, o Teixo é uma espécie espontânea em Portugal, sobretudo na região norte e centro. Estamos perante uma espécie rara e muito bonita, mas que enfrenta o perigo de extinção no nosso país. Utilização:  A madeira do Teixo é muito resistente, dura e bastante (...)

Um bom suporte

11.04.16, Existe um Olhar
 O bom suporte e uma estrutura forte suportará sempre a vida que renasce a cada momento.   “Metafísica? Que metafísica têm aquelas árvores? A de serem verdes e copadas e de terem ramos E a de dar fruto na sua hora, o que não nos faz pensar, A nós, que não sabemos dar por elas. Mas que melhor metafísica que a delas, Que é a de não saber para que vivem Nem saber (...)

Marcas do tempo

05.02.13, Existe um Olhar
"A vida é tão preciosa para uma criatura muda quanto é para o homem. Assim como ele busca a felicidade e teme a dor, assim como ele quer viver e não morrer, todas as outras criaturas anseiam o mesmo."(Dalai Lama)   

Ai o bicho...

07.12.12, Existe um Olhar
  Por cá chamam-lhe lacrau, não encontrei informação sobre o bicho, só sei que o vi agarradinho a um tronquinho verde e disseram-me que era venenoso, se é ou não não sei, só sei que o achei bonito.  

Presa por um fio

20.08.11, Existe um Olhar
  Coitado! que em um tempo choro e rio; Espero e temo, quero e aborreço; Juntamente me alegro e entristeço; Dou a cousa confio e desconfio. Voo sem asas; estou cego e guio; E no que valho mais menos mereço. Calo e dou vozes, falo e emudeço, Nada me contradiz, e eu aporfio. Queria, se ser pudesse, o impossível; Queria poder mudar-me e estar quedo; Usar de liberdade e estar cativo; Queria que visto fosse e invisível; Queira desenredar-me e mais me enredo: Tais os extremos em que (...)
Direitos de Autor Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março. Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo para que sejam retiradas de imediato. manuelapereira3@sapo.pt

Quem me segue