Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

Existe um Olhar

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

De volta ao Dino Parque da Lourinhã


Existe um Olhar

17.08.21

IMG_7849.JPG

Depois de algum tempo fechado devido à Covid, reabriu portas.
Já lá tinha estado e hoje voltei.
Miúdos e graúdos passeavam calmamente, divertidos e com máscara.
Houve algumas alterações para melhor, embora o preço tenha aumentado.
Aconselho a compra dos bilhetes on line, fica muito mais barato.

Se forem , divirtam-se como eu me diverti.
Podem ver mais fotos  aqui

 

Casa da Música no Porto


Existe um Olhar

26.05.20

1-IMG_5666.JPG

Há uns tempos atrás visitei a Casa da Música, um edifício que gostei muito de conhecer.
Nesta foto estava no interior e a foto foi tirada através dos vidros, ficando o edifício exterior em duplicado.
Gostava de voltar, já que tenho uma forte ligação ao Porto, a cidade onde tirei o meu curso.
Talvez quando esta pandemia nos aliviar eu possa fazer-me à estrada e revisitar uma cidade que me traz gratas recordações.


A visita do Malaquias


Existe um Olhar

26.03.20

DSC_0334.jpg

O Malaquias era um cavalo que vivia algures numa planície alentejana.
Como tinha liberdade, habituou-se a aproximar-se do quintal da D. Etelvina. Ela era simpática e de vez em quando dava-lhe uma cenourinha.
Nos últimos tempos estranhou não ver a senhora. O jardim deixou  de estar cuidado e as janelas não se abriam.
Encostou-se um pouco mais à cerca de arame, a senhora ouviu o barulho, veio à janela, afastou as cortinas, sorriu e acenou-lhe.
Ele não achou normal o comportamento dela e afastou-se em passo lento.
Todos os que estamos do lado de cá, entendemos a razão do isolamento da D. Etelvina, mas é difícil para um cavalo perceber o que se está a passar.

 

Kutubiya em Marrakech


Existe um Olhar

26.09.19

IMG_0949.JPG

Do terraço onde estava alojada, tirei esta foto que mostra a famosa mesquita, com o nome de  Kutubiya, uma das maiores do mundo islâmico, quando acabou de ser construída em 1158.
É o monumento mais representativo desta cidade.

A torre tem 69 m de altura  e 12.8 m de largura. Situada a sudoeste da praça Jamaa el Fna. O nome Kutubyia vem da palavra "livro", já que existem à volta muitos vendedores de livros.
Há um jardim muito bonito que rodeia a mesquita onde tive o prazer de passear.

Abriu-nos a porta


Existe um Olhar

19.02.19

_MG_3303.JPG

Estávamos em frente de um templo budista. Havia uma enorme escadaria, não se via ninguém, mesmo assim, arriscámos e subimos.
Abriu-se uma porta de onde surgiu um monge budista com ar simpático, que nos convidou a entrar.
Mostrou-nos todos os aposentos de uma enorme beleza e no final convidou-nos para tomarmos um chá com ele. Tinha um cão que já mostrei aqui e que se juntou a nós.
Foi uma visita enriquecedora e que valeu a pena.

De novo em Óbidos


Existe um Olhar

01.04.18

_MG_1722 - Cópia.JPG

Por aqui passeio entre ruas estreitas e empedradas contemplando as paredes caiadas de branco, de vasos dependurados nas janelas, das trepadeiras de flores que emolduram certas portas, dos telhados com telhas de canudo, das chaminés, das inúmeras igrejas, dos candeeiros e o meu encanto por esta vila é sempre o mesmo, como se fosse a primeira vez.
Talvez seja o tema mais fotografado neste blog, onde mostrei cenas do quotidiano, festivais de  chocolatemercados medievais ou Óbidos vila Natal, embora reconheça que alguns destes eventos já tiveram melhores dias.
Foi aqui que vivi 7 dos melhores anos da minha carreira profissional, daí talvez este meu sobe desce quase semanal por esta vila onde os motivos para fotografar nunca se esgotam

 

 

 

 

Para a minha amiga Julieta


Existe um Olhar

14.01.15

 Há alguns anos, não muitos, quando da minha visita ao Brasil, tive o previlégio de conhecer  Julieta do blogue Reconstruindo Caminhos
Fui recebida como uma rainha. Nunca vou esquecer a gentileza, simpatia e carinho com que me recebeu e os lugares fantásticos que me deu a conhecer.

Apesar de um oceano nos separar, continua a existir um elo de grande amizade e cumplicidade entre nós.

Hoje e nesta altura tão especial na vida de Julieta, quero deixar aqui um momento dos mais bonitos que vivemos que foi o pôr do sol em Jacaré e fazer com que sinta que há alturas em que devemos estar mais perto de quem gostamos  e em que toda a energia é necessária para superar algumas rasteiras que a vida nos prega.

Sei que é uma "Grande Senhora" com uma força invejável e uma fé inabalável.

Sei que o longe se pode fazer perto e que a distância nunca será impedimento para que me sinta bem próxima.

Espero que volte muito em breve a escrever numa folha em branco um novo recomeço e reconstruindo caminhos com a mesma emoção e paixão com que as palavras saiam soltas do fundo da alma.

Saiba que estou sempre por aqui, minha amiga.

 

 

O gorila de Bwindi


Existe um Olhar

02.12.14

 

Parque Nacional Impenetrável Bwindi está localizado no sudoeste do Uganda na África Oriental . O parque faz parte da Floresta Impenetrável de Bwindi

 

O Parque Nacional de Bwindi é Património Mundial da Unesco.

O parque é um santuário para macacos e chimpanzés. É talvez o mais notável para os 340  gorilas de Bwindi, metade da população do mundo dos criticamente ameaçados gorilas da montanha.

Só é permitida a entrada de 20 visitantes por dia, devidamente equipados e guiados por trilhos de alto teor de dificuldade.

Não vou contar a aventura que passei nesta visita, porque me alongaria, mas dava um hilariante folhetim. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

links

Contador de visitas

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D